GT4 SOUTH EUROPEAN SERIES PREPARA RONDAS LUSAS

Por a 9 Outubro 2019 08:19

Depois de ter passado por França e Espanha, as GT4 South European Series disputam as duas últimas provas em Portugal, primeiro no AIA, entre 25 a 27 de outubro, e depois no Estoril, a 23 e 24 de novembro.

Em Barcelona, pela primeira vez, a marca austríaca esteve presente na competição, com o X-Bow GT4 da KTM X-Bow España nas mãos de Francisco Carvalho e Gabriela Correia, ambos realizando a estreia nas GT4 South European Series. Se a jovem piloto assinou uma excelente evolução ao longo do fim de semana catalão, o veterano das pistas não se fez rogado e rapidamente demonstrou que a máquina austríaca era uma arma competitiva.

O piloto da Guarda participará nas restantes provas da competição, Algarve e Estoril, aos comandos do KTM X-Bow que dividirá com Fábio Mota. A KTM X-Bow Espanã tem ainda outro carro disponível, existindo interesse de pilotos portugueses e estrangeiros em aproveitar a oportunidade. O desafio da classe GTC será maior já no Algarve.
Esta classe é dedicada a automóveis que perderam homologação, como é o caso do Ginetta G50 GT4, do Aston Martin Vantage GT4 de 2008 ou do BMW M3 GT4, entre outros. Com custos baixos de participação – um Ginetta G50 GT4 em perfeitas condições custa 35 mil euros – estes carros permitem boas performances, tendo na segunda corrida de Barcelona o bólide inglês de Marmaduke Hall e Edward Moore estado na liderança até à última
volta, quando foi ultrapassado pelo Mercedes-AMG GT4 de Miguel Cristóvão e Francisco Abreu.

A dupla britânica tem vindo a participar na competição desde Nogaro, tendo conquistado resultados muito interessantes na geral, mas no Algarve terá forte oposição. A Plemar colocará, também, em pista um Ginetta G50 GT4, depois de ter participado na etapa de Jarama. A formação espanhola pretendia tomar parte na ronda de Barcelona, mas afazeres profissionais do seu piloto, Juan Reina, acabaram por impedir a presença na respetiva jornada.

Com o evento a proximar-se, vão surgindo nomes de alguns pilotos que tomarão parte no fim-desemana de corridas e alguns são bem conhecidos do público do automobilismo. Freddie Hunt já tinha dado como possível em corridas deste ano da competição promovida pela Race Ready, mas por um motivo ou por outro não lhe foi possível marcar presença em pista, num dos casos devido à sua participação na prova de Le Mans da Le Mans Cup.

Na prova do Algarve, o filho de James Hunt, Campeão Mundial de Fórmula de 1976, deverá realizar a sua estreia nas GT4 South European Series, sendo um dos motivos de interesse do fim-de-semana.
O inglês estará aos comandos de um Aston Martin Vantage AMR GT4 da Team Virage, equipa que participou na competição na ronda de Jarama e de Barcelona. Sarah Moore poderá realizar a sua estreia nas GT4 South European Series, na etapa do Algarve.

A piloto inglesa disputou este ano a W Series, competição de monolugares com performances semelhantes aos Fórmula 3, tendo terminado num excelente oitavo lugar, com vinte e quatro pontos, entre vinte concorrentes. A jovem de vinte e cinco anos estreou-se em competição na Ginetta Junior Cup e estará em Portugal aos comandos de um Ginetta G50 GT4 inscrito na classe GTC pela Tockwith Motorsports. A formação inglesa disputa as GT4 South European Series desde a primeira ronda da temporada com um Ginetta G50 GT4 para Marmaduke Hall e Edward Moore, irmão de
Sarah, e é da família da piloto que deixou boas impressões na W Series.

Depois de ter tido pela primeira vez presença feminina na ronda de Barcelona, com Gabriela Correia, a competição promovida pela Race Ready deverá voltar a ter, pelo menos, uma mulher em pista no Algarve.

Com as temporadas da maior parte das competições de GT4 a chegarem ao seu fim, as boas condições climatéricas da Península Ibérica permitem a realização de provas no Outono, o que cria interesse entre as equipas que participam em certames de diversos pontos da Europa, onde o tempo se mostra inclemente nesta altura, e que assim podem experimentar soluções para pilotos ou novos carros antes de uma nova temporada em ambiente de competição. Uma das formações que marcará presença nos dois eventos da Tour Portuguesa das GT4 South European Series será a Bullitt Racing. A formação sediada em Marbella, próximo da pista de Ascari, tem vindo a participar nas GT4 European Series desde 2017, primeiro com McLaren 570S GT4 e nos últimos dois anos com Mercedes-AMG GT4, sempre com Andy Meyrick e Stephen Pattrick aos comandos de um dos carros, ao passo que esta temporada um segundo GT de Estugarda foi entregue a Oleg Kharuk e Ivan Lukashevich em alguns eventos. A Bullitt Racing ainda não revelou quem serão os seus pilotos para as provas que terminam a temporada deste ano da competição promovida pela Race Ready,
mas não será anormal se for o ex-piloto da Bentley e o homem que está por detrás da equipa sediada no Sul de Espanha, ao passo que no segundo carro os nomes são ainda totalmente desconhecidos. Com o ingresso da Bullitt Racing, e para além da máquina de Miguel Cristóvão/Francisco Abreu – os líderes da classificação de pilotos Pro-Am –, poderão ser quatro os Mercedes-AMG GT4 que marcarão presença em pista nas provas lusas das GT4 South European Series.

Existe a possibilidade da Alpine voltar a ser representada na competição. A marca francesa esteve em pista na prova de abertura da temporada, em Nogaro, com dois A110 GT4, mas para a etapa que dá início à fase de inverno das GT4 South European Series, que será disputada entre os dias 25 e 27 de Outubro, a Mirage Racing mostra novamente interesse em colocar em pista um dos seus Alpine A110 GT4, podendo, eventualmente, inscrever as suas duas unidades. A formação gaulesa tem vindo a competir na FFSA GT4, tendo como melhores resultados dois segundos lugares obtidos por Vincent Beltoise e Benoit Lison na Pro-Am Cup. O Alpine A110 GT4 estreou-se o ano passado no mundo dos GT4 e rapidamente mostrou competitividade com triunfos e pódios. Em 2019 o carro gaulês tem vindo a lutar consistentemente pelas melhores posições na competição francesa, tendo conquistado já cinco triunfos em dez corridas, estando Stéphane Lemeret e Jean Pierre-Alexandre, num Alpine da CMR, em luta pelo ceptro deste ano com os Campeões em título – Fabian Michal e Gregory Guilvert em Audi R8 GT4. O Alpine A110 GT4 é desenvolvido e comercializado pela Signatech, em França, podendo ser adquirido por 165 mil euros, sem IVA, assumindo-se como uma proposta bastante competitiva. Tem como característica o seu baixo peso e um chassis equilibrado, o que lhe permite bater-se com carros bastante mais potentes, como é o caso dos Audi, Mercedes-AMG, Aston Martin ou Porsche.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas GT4 South European Series
últimas Autosport