GP Grã-Bretanha F1: Triunfo de Lewis Hamilton, dobradinha Mercedes

Por a 14 Julho 2019 15:40

Seis vitórias de Lewis Hamilton no GP da Grã-Bretanha! Os dois Mercedes estiveram numa corrida completamente à parte dos seus adversários, em termos de andamento, com Lewis Hamilton a vencer o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, depois de ter consigo a ‘estrelinha’ de campeão, já que Valtteri Bottas lhe deu ‘água pela barba’, vendendo muita cara a derrota, só perdendo a posição para o seu colega de equipa depois de Antonio Giovinazzi se ter despistado.

O Safety Car entrou numa altura que ‘tramou’ por completo Valtteri Bottas, que não só perdeu a liderança para Lewis Hamilton, como ainda teve de voltar a parar mais uma vez, ao contrário do seu colega de equipa, pois o finlandês na sua ida à boxe ‘calçou’ os mesmos pneus médios que trazia, e com isso ficou obrigado a trocá-los para outro composto.

Bottas fez a sua segunda parte da corrida atrás de Hamilton, com os Mercedes a distanciarem-se do resto do pelotão sendo certo que o finlandês precisava de abrir tempo suficiente para manter a posição, o que conseguiu, terminando no segundo lugar depois de ter ido às boxes a seis voltas do fim da corrida. Mais um fantástica demonstração de poderio dos Mercedes, que depois da clara derrota na Áustria, recolocaram a ‘normalidade’ na F1. Mas com uma corrida muito interessante…

Mais atrás, bela luta entre os dois Red Bull e Ferrari, com Max Verstappen a ser abalroado por Sebastian Vettel, numa travagem falhada por parte do alemão. Ambos saíram de pista, regressaram mas enquanto o holandês caiu para quinto, Vettel só parou no último lugar, terminando em 15º.

Quem beneficiou com isso foi Charles Leclerc, que com isso subiu ao terceiro lugar, em que terminou. O piloto monegasco foi muito combativo nesta corrida não permitindo veleidades a Verstappen, numa luta que entusiasmou.

A corrida teve momentos fantásticos, especialmente a luta inicial de Hamilton com Bottas, com o finlandês a aguentar bem o seu adversário, e também a de Leclerc e Verstappen, que deram um enorme o espetáculo, quando lutavam pelo terceiro lugar.

Os dois jovens pilotos lutavam curva a curva pela posição, com manobras muito no limite da legalidade, mas a entrada do Safety Car atrasou Leclerc, em mais um má operação de timing e de boxe da Ferrari, com o seu piloto a cair para o quinto lugar. Como se percebe, acabou a corrida em terceiro fruto do incidente de Vettel e Verstappen.

Boa corrida de Pierre Gasly, que andou muito tempo na luta com os Ferrari, e também com o seu companheiro de equipa. Foi quarto e assegurou o seu melhor resultado do ano. Combativo, fez hoje, quiçá pela primeira vez este ano, o que lhe exige Helmut Marko.
Se continuar assim, ‘safa-se’…

Quinto lugar para Max Verstappen, que não faz ‘prisioneiros’ seja em que situação de corrida for. Com um carro abaixo dos seus rivais ultrapassa muito no braço. Foi quinto, porque Vettel o atirou para fora de pista, pois iria ‘vencer’, facilmente a corridas dos não-Mercedes…

Grande corrida de Carlos Sainz, que consegue o seu terceiro sexto lugar da época. Começou a corrida em 13º e termina-a em sexto, sendo claramente o melhor do segundo pelotão, batendo o melhor dos Renault, o de Daniel Riccardo que foi sétimo.

A fechar o top 10 ficaram Kimi Raikkonen, Daniil Kvyat e Nico Hulkenberg, com este a suplantar

A McLaren volta a bater a Renault, numa corrida em que se cavou o fosso dos Racing Point e Williams, para o pelotão à sua frente.

Carlos Sainz está a afirmar-se cada vez mais como o melhor dos outros e a sua prestação de hoje mostrou isso mesmo. Lando Norris foi um dos prejudicados com a entrada do Safety Car, caindo para oitavo, acabando a corrida em 11º.

Grande corrida de Dannil Kvyat que arrancou em 17º e terminou em nono, em mais uma excelente prestação do russo que está a justificar perfeitamente este seu regresso à equipa.

Nico Hulkenberg batalhou muito, conseguiu o ponto final, correspondente ao 10º lugar, Lando Norris foi 11º, ganhando uma posição a Alex Albon na última volta, com o anglo-tailandês a perdeu duas posições no ocaso da corrida.

Péssima corrida da Haas, que depois de todos os problemas que têm vindo a suceder com o seu patrocinador principal, os seus dois pilotos ‘eliminaram-se’ na corrida, o que deve ter dado grandes momentos para o próximo documentário da Netflix sobre a F1…

Com estes resultados, Hamilton tem agora 39 pontos de avanço para bottas no campeonato, com o finlandês a dizer nas entrevistas finais que “ainda não acabou”, Verstappen reforçou o seu terceiro lugar no campeonato face a Vettel, com Leclerc agora a apenas três pontos do seu colega de equipa.

Ao somar quatro pontos hoje, Raikkonen é o novo oitavo classificado no campeonato, trocando de posição com Lando Norris, que tem agora Ricciardo com os mesmo 22 pontos.

177
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
Freddy cat
Membro
Freddy cat

Eu vejo a F1 desde os anos 70 do século passado e classifico este comentário obnóxio e irrelevante de quem, iniludivelmente, nada percebe de F1 🙁
Ontem vimos uma corrida fantástica, com luta entre os dois Mercedes inicialmente, depois várias lutas entre Verstapen e Leclerc, outras com Vettel e mais cá para trás no pelotão muita animação!!!

Qualquer um pode ter a sua opinião, mas bolsar umas alarvidades apenas cobre de ridículo e define quem o faz!!!

Skandepik
Membro
Skandepik

Darei apenas a minha opinião no que toca ao acidente entre Vettel e Verstappen: https://youtu.be/6-eofi95kpY?t=27 Para ser sincero, não consigo considerar 100% culpa do Vettel. Quando este se compromete a atacar pela esquerda, o Verstappen faz aquilo que tem feito desde que veio para a F1, que é mudar de trajetória em travagem. Mais subtil desta vez sem dúvida, em comparação com o que fez a Raikkonen Hungria 2016 (2x), Hamilton Suzuka 2017, Ricciardo Baku 2018. Mas a verdade é que dessa perspetiva (vídeo) é notória a mudança de trajetória. Com isto, torna-se quase impossível para o Vettel sair da… Ler mais »

Honda Power
Membro
Honda Power

Tem razão em tudo, até na ligeira mudança de direção do Max… só se esqueceu é que os pilotos podem mudar uma vez de direção… por isso não há outro culpado do acidente a não ser Vettel.

MurrayWalker
Membro
MurrayWalker

Podem mudar de direção mas não é na zona de travagem. Também concordo que o Vettel é culpado mas não a 100%. Uma dose da culpa tem de ser atribuída ao Max por ter mudado de direção já na zona de travagem

Skandepik
Membro
Skandepik

Como diz MurrayWalker, na zona de travagem não. Se ler atentamente o que escrevi, repara que me refiro à zona de travagem.

Esqueci-me de um pormenor importante, é que ainda para mais o Verstappen vem de fora da pista.

Honda Power
Membro
Honda Power

Bem, entretanto ainda aparrce alguém a dizer que o Max fez um brake test ao Vettel e que devia ser desclassificado… ou então que trazia bolas com picos e lançou assim que o Vettel se aproximou… uma vez que o Max corria com um RB 007.

tnfsfcpgmail-com
Membro
tnfsfcpgmail-com

O Vettel foi o primeiro a assumir o erro e a pedir desculpa mas nem assim alguns deixam de se atirar ao Max que nem cães.
Isto está cheio de iluminados…

jpxoné
Membro
jpxoné

Cão Bada!!!

icebergemchamas
Membro
icebergemchamas

Estas últimas corridas têm sido muito interessantes, melhor melhor era se os Mercedes não estivessem lá…

kanifa senna
Membro
kanifa senna

E JÁ VÃO DOIS SEGUIDOS……..Muito bom este GP de silverstone…. Claro que para quem gosta de Hamilton e da Mercedes foi ainda melhor….para quem gosta do puto verstappen ficou um amargo de boca depois daquele “descuido” do vettel, que teve uma grande atitude ao ir falar com o puto…. para quem gosta do miúdo Lecrerc e eu pessoalmente gosto do miúdo e da sua atitude estou a ficar fã, ficou deliciado com a luta dada ao verstappen….é isto a F1 esta viva e recomenda-se….. agora só acho uma absurdo acharem que a Mercedes facilitou o Hamilton e prejudicou o Bottas…como… Ler mais »

Mdovbs
Membro
Mdovbs

Meu caro isto não é uma questão de coragem!

Mdovbs
Membro
Mdovbs

Pode ser que não esteja a fazer uma análise correcta da “forma” do Vettel mas eu acho que passa alguma “coisa” mais…
Achei estranha a forma muito lenta como ele levou o carro até à box depois do acidente…

kanifa senna
Membro
kanifa senna

“DESCUIDO” foi a palavra mais simpática de escrever sabendo que foi um autentico erro grosseiro

aguia25
Membro
aguia25

Este excita-se todo com os treinos para depois entrar em depressão com a qualificação e a corrida. Quanto ao comentário: WTF?

1 3 4 5
últimas Destaque Homepage
últimas Autosport