F1: Fiabilidade preocupa Ferrari

Por a 14 Novembro 2019 14:45

A Ferrari tem apresentado a unidade motriz mais potente do grid, mas tal não é motivo para descanso, pois a fiabilidade continua a dar dores de cabeça.

A Ferrari teve problemas em várias provas e todos eles diferentes, o que dificulta sobremaneira a tarefa de minimizar ou eliminar a falta de fiabilidade. Mattia Binotto admitiu que tal é motivo de preocupação para a Ferrari:

“Tivemos o Bahrein com Charles [Leclerc], tivemos problemas na qualificação na Áustria com Sebastian [Vettel], na qualificação com os dois carros na Alemanha, depois tivemos o problema em Sochi. Todos diferentes. Não há um único fator ou semelhança, o que é ainda mais preocupante.

“Porque se tivermos um único problema, poderemos resolvê-lo. O fato de termos problemas diferentes mostra que o nosso processo não é forte o suficiente em relação à fiabilidade. O que precisamos é melhorar essa área. Se fôssemos mais fiáveis, teríamos mais vitórias. E acho que esse é o ponto chave para nós ”, acrescentou.

“Olhando para o futuro, para nos tornarmos campeões do mundo, precisamos de ter mais fiabilidade ​​do que temos de momento.”

“Cabe aos engenheiros primeiro, ao modo como homologamos e à avaliação de riscos que fazemos em termos de desenvolvimento, por isso é uma filosofia inteira”, disse Binotto. “Vai levar algum tempo. Mas como já tivemos o problema no Bahrein, tentamos nos esforçar para melhorar. ”

7
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
js1970
Membro
js1970

Roger Melão o que é que estas a espera para enviar o teu CV?

RogerM
Membro
RogerM

Que idade tens? Parece ter 12 anos, para virar com tanta clubite. Se és maior de idade, só se padeces de algum atraso. Quero é competição e igualdade de tratamento da FIA entre equipas. Já agora guarda os melões para 2021.

js1970
Membro
js1970

RogerMelão hummm queres que te guarde melões para te dar em 2021? Já não tens stock? Já agora Verstappen ou Leclerc?

Pity
Membro
Pity

F A C T O. O maldito (des)acordo ortográfico deixou muita gente confusa, mas, felizmente, ainda “deixou” a palavra “facto” inalterada, até porque o “c” se pronuncia.

831ABO
Membro
831ABO

A culpa é do tradutor online, embora por vezes não fizesse mal nenhum reverem o que publicam.

Pity
Membro
Pity

Infelizmente, não é só o tradutor online. Quase todos os dias oiço uma jornalista portuguesa muito em voga, a dizer “fato”, o que me irrita bastante.

831ABO
Membro
831ABO

Deixe lá, durante a crise da legionella li um relatório médico onde se falava de uma «batéria». Como se o AO não fosse já suficientemente mau, ainda há os que inventam novas grafias…

últimas F1
últimas Autosport