/formula1/f1/formula-1-ricciardo-sugere-pausa-em-2023-para-dar-dois-passos-em-frente-em-2024/
Fórmula 1: Ricciardo sugere pausa em 2023 para dar “dois passos em frente” em 2024 | AutoSport

Fórmula 1: Ricciardo sugere pausa em 2023 para dar “dois passos em frente” em 2024

Por a 23 Setembro 2022 17:15

A McLaren decidiu substituir Daniel Ricciardo pelo seu compatriota e estreante na Fórmula 1, Oscar Piastri a partir de 2023. Sem lugar na McLaren e sem opções nas equipas da frente do pelotão, com a exceção da Alpine que deverá ter alguma relutância em readmitir o piloto depois deste ter deixado o projeto francês pela equipa de Woking em 2020, Ricciardo sugeriu uma pausa na carreira na F1 a pensar no seu regresso a uma outra equipa em 2024.
“Quando digo que não sei, é porque ainda não tenho um contrato para o próximo ano”, disse Ricciardo. “Pode ainda acontecer? Pode. Acho que não estou concentrado no próximo ano. Claro que quero correr, quero estar na grelha, quero estar a competir, mas não estou a ver o próximo ano como de tudo ou nada. Obviamente para 2024 quero estar atento. Então é mais ou menos aí que eu estou, se isso significa dar um passo atrás para depois dar dois passos em frente, é isso que estamos a tentar descobrir neste momento, eu e a minha equipa. Portanto, pode ser um ano de pausa”.
Fora do papel de piloto principal, surgem rumores que a Mercedes possa estar interessada em Ricciardo como piloto de reserva e desenvolvimento. Pode o australiano seguir as pisadas de outro antigo piloto da Red Bull, Alexander Albon, e parar um ano mantendo-se próximo do paddock para regressar em 2024 numa equipa que dê algumas garantias de lutar pelo top 10? Só nessa altura saberemos.

Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Pity
Pity
11 dias atrás

A vida é dele, é ele que tem de decidir o seu futuro, mas não estou a ver o que é que um ano sabático lhe trará de bom, com vista a 2024. O artigo dá o exemplo do Albon, mas este é mais novo, o que ajuda, além de que .as circunstâncias são diferentes.
Não gostaria de o ver a arrastar-se numa Haas ou Williams, mas se, numa delas, conseguisse voltar aos bons desempenhos, dentro do que a equipa permite, então sim, talvez houvesse uma janela para melhores voos em 2024.

últimas F1
últimas Autosport
f1