Super Seven by Kia terminou digressão com duas boas corridas

Por a 28 Junho 2017 00:01

A magia de Spa voltou a enfeitiçar os pilotos do Super Seven by Kia. Pelo segundo ano consecutivo, as equipas que habitualmente competem na competição organizada pela CRM Motorsport renderam-se aos encantos do traçado belga. Entre as várias formações presentes, os irmãos Leitão, Ricardo e Eduardo, foram os que melhor lidaram com a magia desta pista e venceram. Entre os participantes que competem com os Super Seven 1.6, José João Magalhães foi o mago de serviço com dois triunfos alcançados.

A comitiva do Super Seven by Kia voltou a fazer as malas e a viajar para mais uma ronda extra antes da temporada “a valer” começar. Não foi uma viagem qualquer. Durante três dias, as equipas competiram em Spa-Francorchamps. O início da época em que os pontos já contam está marcado para daqui a duas semanas. Foi por isso que alguns pilotos aproveitaram esta oportunidade não só para voltar a um lugar tão especial para quem é apaixonado pelas corridas, como procuraram preparar a ronda que marca o arranque do Super Seven by Kia 2017.

E neste particular, a dupla constituída pelos irmãos Ricardo e Eduardo Leitão parece ter-se adaptado melhor aos novos R300. A equipa familiar foi a mais rápida logo na qualificação. Além disso, ainda estabeleceu a terceira melhor marca absoluta, pois os concorrentes do Super Seven by Kia partilharam, mais uma vez, a grelha com os seus congéneres ingleses.

Nesta cimeira luso-britânica, as equipas que atravessaram o canal da Mancha mostraram que a maior experiência com os R300 ainda lhes vale alguma vantagem. Mas o fosso é cada vez menor e isso foi evidente em Spa. A dupla Nuno Santos/Hugo Araújo fez o segundo melhor tempo nacional, enquanto Luís Calheiros Ferreira foi o terceiro mais rápido. Entre os 1600cc, a superioridade é portuguesa. José João Magalhães foi o mais forte nos treinos cronometrados e partiu da pole-position.

Num fim-de-semana atípico na Bélgica, em que o sol imperou, o que manteve a tradição foi o excelente ambiente que se vive no paddock do Super Seven by Kia. O convívio especial entre todos é a imagem de marca desta competição. Foi com uma excelente disposição que todos foram para a pista para duas corridas. Estas voltaram a ser intensas e emocionantes com tantas ultrapassagens que se perde a conta.

No meio de tantas lutas, Ricardo Leitão na primeira corrida e Eduardo Leitão na segunda foram os vencedores. Os dois irmãos garantiram os triunfos, mas não tiveram vida fácil. Com as equipas inglesas e as portuguesas, as discussões pelas vitórias à geral foram tremendas. Houve vários pilotos a comandar à geral. No final, o primeiro lugar foi para equipas britânicas, enquanto os melhores lusos acabaram no terceiro lugar do pódio.

Entre os concorrentes do Super Seven by Kia, Nuno Santos e Hugo Araújo concluíram ambos os confrontos no segundo posto e Luís Calheiros Ferreira foi sempre o terceiro melhor, no seguimento do que já tinha acontecido na qualificação.

Entre os 1600cc, José João Magalhães foi dono e senhor de Spa-Francorchamps. Na primeira corrida viu a família Galveias concluir em segundo – primeiro na classe Business – e os irmãos Lisboa terminarem em terceiro. Na derradeira contenda do fim-de-semana, Magalhães e Duarte Carvalho, que esteve em Spa porque tinha ganho o Kia Racing Opportunity que dava lugar a correr nesta prova, andaram toda a corrida a discutir o primeiro lugar. Mas um pequeno incidente de corrida a duas voltas do fim fez com que o jovem piloto madeirense sofresse com sobreaquecimento do motor no seu Super Seven e entregasse a vitória ao piloto de Guimarães. Assim José Kol de Almeida acabou em segundo e venceu a categoria Business, enquanto Paulo e Rodrigo Galveias acabaram em terceiro.

Para Tiago Raposo Magalhães, responsável pela organização do troféu, a ida a Spa-Francorchamps voltou a ser uma aposta ganha. “A ida a Spa é muito especial. Tem uma carga simbólica para todos os pilotos e, por isso, quer se ganhe, quer se perca, não há ninguém que não fique satisfeito e feliz. Este ano não foi excepção. O ambiente característico do Super Seven by Kia voltou a prevalecer e todos os envolvidos nesta viagem a Spa viveram-na de forma intensa. A competição ficou marcada pela forma correcta como todos a encaram. Agora é hora de começar a preparar a temporada em que os pontos já contam. Faltam menos de duas semanas para todos voltarmos a fazer a festa do Super Seven by Kia, desta vez no emocionante circuito citadino de Vila Real”, disse.

O circuito citadino português recebe a primeira jornada pontuável do Super Seven by Kia 2017 no fim-de-semana de 8 e 9 de Julho.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas Newsletter
últimas Autosport