Guarda Racing Days: Bom espetáculo

Por a 17 Julho 2019 08:22

Alexandre Borges foi o grande vencedor do Guarda Racing Days, o maior espetáculo automóvel de sempre na cidade, realizado numa pista e num local inédito, com milhares de espectadores a revelar satisfação evidente. Razões que levam o município da Guarda e o Clube Escape Livre a dar como cumpridos os seus objetivos e a pensar já numa próxima edição.

O evento decorreu neste fim de semana, 13 e 14 de julho, na cidade mais alta. Foram dois dias de adrenalina, de treinos e de provas, de pó, de calor e de uma encosta cheia de público para assistir às rápidas passagens desta Especial. O sábado foi dedicado ao reconhecimento da pista e aos treinos livres que revelaram não apenas as aptidões dos pilotos, como a sua competitividade. Depressa o limite dos 3 minutos para perfazer as duas passagens em pista se tornou uma referência para os mais rápidos, destacando-se, abaixo deste tempo, Pedro Rabaço, em kartcross, Fernando Peres, em Mitsubishi, e Alexandre Borges, em Semog, que em todos os treinos posteriores passou a liderar a tabela, dando sinais de ser forte candidato ao título.

O domingo foi o grande dia do evento. Após uma manhã de warm-up, a verdadeira competição começou logo após o almoço. A prova disputou-se em duas mangas. Em pista, competiram três carros de cada vez, com ordem de partida de alguns segundos de diferença, criando uma dinâmica excecional de perseguição, adrenalina e espetáculo para público e pilotos.
Não apenas a velocidade e a cronometragem contaram, como acima de tudo, as manobras dos diferentes tipos de veículos, o ronco dos motores, a sua capacidade de curvar nos “ganchos”, os saltos e o comportamento diferente dos diversos carros. Destacaram-se, entre outros, a potência e o ronco do Mitsubishi Evo de Manuel Correia, capaz de levantar a terra da pista, ou o Renault 4L de Pinto dos Santos e Nuno Rodrigues da Silva, que chegou a curvar em duas rodas.
Entre as curiosidades do evento, ficam a estreia do Mini Rali Raid de Rui Sousa, que na manga final acabou por capotar, e o facto do piloto começar na Guarda as suas comemorações de 25 anos de carreira em equipa com Carlos Silva. Fica também a estreia do campeão de ralis Armindo Araújo a conduzir um SSV, e sempre em primeiro lugar da categoria. Curiosa é também a participação do mais novo piloto, pela equipa Motofil, Gonçalo Novo, de apenas 13 anos, que ainda assim não se afastava muito dos outros pilotos.
Chegados ao fim das duas mangas competitivas e encontrados os mais rápidos, a organização quis reunir os melhores pilotos de cada categoria, realizando duas eliminatórias e uma finalíssima, uma forma de adicionar ainda mais espetáculo.
A primeira meia-final foi disputada entre as categorias de Ralis e Off Road. A luta entre Fernando Peres e Alexandre Borges foi renhida, e os pilotos deram tudo e o que tinham, com Alexandre Borges a conseguir 2:49.978 minutos, apenas menos um segundo do que Fernando Peres. Na segunda meia-final alinharam os vencedores das categorias Todo Terreno e SSV, ou seja, Manuel Correia, no potente Mitsubishi Evo, e Armindo Araújo, em Can-Am, que acabou por sentir problemas de direção a meio do traçado, acabando por abandonar a prova. Manuel Correia conseguiu 3:04.188 minutos.
A finalíssima reuniu, assim, Manuel Correia e Alexandre Borges, uma luta à primeira vista inglória para o peso do potente Mitsubishi, mas equilibrada e justa do ponto de vista de espetáculo, de velocidade e adrenalina.
Além da vitória absoluta de Alexandre Borges, houve ainda lugar a classificações por categorias, destacando-se 12 nomes: em Ralis, Fernando Peres, José Cruz e Hugo Lopes; No Todo Terreno, Manuel Correia, Rui Sousa e David Spranger; No Off Road e Kartcross Alexandre Borges, Pedro Rabaço e Sérgio Bandeira, e nos SSV, Armindo Araújo, Pedro Leal e Pedro Matos Chaves.
A organização está plenamente satisfeita com esta edição do Guarda Racing Days. Para o presidente da Câmara Municipal, Carlos Chaves Monteiro, “Era algo que a Guarda já precisava para animar a cidade, não só os amantes do desporto automóvel, mas todos os guardenses e com o Clube Escape Livre conseguimos esse objetivo. Acredito que lançámos a semente de um grande evento desportivo para a Guarda e queremos que no futuro o continue a ser, se torne ainda mais abrangente, não só os que vivem na Guarda como aqueles que queremos atrair cada vez mais.”
O Guarda Racing Days foi uma organização da Câmara Municipal da Guarda com o Clube Escape Livre.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas MAIS MOTORES
últimas Autosport