GP Rússia F1: Alguém bate a Mercedes?

Por a 24 Setembro 2020 12:18

Não há como dar a volta ao texto: A Mercedes ganhou todos os Grandes Prémios desde que Sochi entrou no calendário em 2014. É uma estatística bem clara quanto ao favorito para esta corrida. Lewis Hamilton ganhou quatro dos seis Grandes Prémios da Rússia, Bottas ganhou uma vez, Nico Rosberg, outra. Assumindo que a Mercedes permite que os seus pilotos tenha “rédea livre” este fim de semana, podemos ter uma boa corrida “lá na frente”. Até porque Bottas tem uma verdadeira afinidade com o autódromo de Sochi, tendo apenas uma vez terminado fora dos quatro primeiros (em 2015, quando Kimi Raikkonen o colocou fora, perdendo o terceiro lugar na última volta). Sochi foi também o palco da sua primeira vitória em F1, em 2017. Uma vitória de Hamilton, por outro lado, permite ao inglês igualar o número de triunfos de Michael Schumacher, que tem 91 vitórias na F1.
Se nas outras pistas a Mercedes está habitualmente bem, isso é ainda mais visível em Sochi pois uma das maiores virtudes do W11 são as curvas de média velocidade, algo que coloca um ónus elevado na tração traseira e aí o Mercedes W11 parece sempre ser realmente rápido em comparação com todo o restante plantel.

Pamarés dos últimos cinco anos:

2019 – Lewis Hamilton (Mercedes)
2018 – Lewis Hamilton (Mercedes)
2017 – Valtteri Bottas (Mercedes)
2016 – Nico Rosberg (Mercedes)
2015 – Lewis Hamilton (Mercedes)

3 comentários

  1. Senna Rossi

    24 Setembro, 2020 at 14:12

    É agora Bottas, …ou não 🙂

  2. *RPMS*

    24 Setembro, 2020 at 20:04

    A resposta encontra-se na diversidade de equipas que venceram este Gp desde 2015…
    Ah, e em 2014 ganhou…a Mercedes!

    Cumprimentos

Deixe aqui o seu comentário

últimas F1
últimas Autosport