F1: Pilotos da Williams não concordam com grelhas invertidas

Por a 11 Setembro 2020 14:14

A ideia de grelhas invertidas foi rejeitada em 2020, mas, depois do Grande Prémio de Itália, o diretor executivo da Fórmula 1, Ross Brawn, voltou a falar nela, dando o exemplo da corrida de Monza, onde Pierre Gasly venceu e no pódio não houve um Mercedes, um Red Bull ou um Ferrari, forças dominantes nos últimos anos.

Numa grelha invertida, as equipas que estão atrás têm benefícios ao arrancarem na frente, mas, ambos os pilotos da Williams, George Russell e Nicholas Latifi, não gostam da ideia.

“Eu não gosto, mesmo que assim pudéssemos pontuar mais. As outras equipas têm carros melhores, ou seja, por exemplo, conseguem travar mais tarde do que nós e não seríamos capazes de nos defender, fazendo de nós idiotas e deles super-heróis, conseguindo muitas ultrapassagens porque os carros são melhores do que os nossos”, afirmou George Russell.

“O ADN da Fórmula 1 não é este. O resultados valeriam menos assim”, concluiu Nicholas Latifi.

13 comentários

Deixe aqui o seu comentário

últimas F1
últimas Autosport