WRC: Muito por corrigir no Rali Safari

Por a 8 Julho 2019 13:52

Quando demasiadas equipas ficam ‘presas’ num único troço, sendo muito poucas que os conseguem ultrapassar sem grandes problemas é sinal que algo correu muito mal, e que o percurso não foi muito bem avaliado.
O Rali Safari, prova candidata ao calendário de WRC de 2020 acabou em caos depois de quase nenhuma equipa ter sido capaz de terminar o último troço da prova, de 38 Km, deixando algumas dúvidas relativamente aos organizadores do evento.

Buracos enormes já tinham causado a desistência de algumas equipas, na primeira passagem por alguns troços, mas a última passagem foi totalmente caótica.

A liderança foi herdada por Baldev Chager (Mitsubishi) que começou o último dia 19.6 segundos atrás de Manvir Baryan (Skoda), líder antes da última etapa, e atrás de Onkar Rai (Skoda) que era segundo. Rai teve um acidente e Chager viu-se repentinamente a lutar pela vitória. Manvir Baryan teve problemas e caiu para terceiro.

O evento teve várias dificuldades de organização, inclusive quando as condições meteorológicas obrigaram ao cancelamento da segunda especial. A FIA decide esta semana os eventos de 2020, sendo que o Safari Rali e Japão estão na lista para entrar no calendário.
Há, como se sabe, muita vontade de levar o WRC novamente para o Quénia, mas se calhar é melhor começar a pensar em preparar carros específicos para aquele evento, tal como sucedia no passado.

Martin Holmes

3
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas Ralis
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.