/formula1/f1/f1-testes-barcelona-williams-tera-dois-engenheiros-piloto/
F1, Testes de Barcelona: Williams terá dois engenheiros para cada piloto | AutoSport

F1, Testes de Barcelona: Williams terá dois engenheiros para cada piloto

Por a 28 Fevereiro 2018 12:57

A Williams terá dois engenheiros para cada piloto. Esta mudança faz parte de uma reorganização que a equipa fez durante o inverno e que pretende agilizar o processo de comunicação com os pilotos como explicou Rob Smedley:

“Temos agora dois engenheiros em vez de termos um engenheiro de pista e outro engenheiro de dados como era feito no passado. Temos dois pilotos jovens e é fundamental que a informação seja processada rapidamente para que a equipa possa ter uma visão coerente dos processos.”

Luca Baldisserri e James Urwin, trabalharão serão uma das duplas (responsáveis do carro de Stroll) e Andrew Murdoch, trabalhará com  Paul Williams (estarão com Sirotkin).

Este plano de reorganização pretende preparar a equipa para a eventualidade do calendário passar para 25 provas.

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
Subscribe
Notify of
3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
kiotto_9
kiotto_9
4 anos atrás

€ng€nh€iros xD

rodríguezbrm
rodríguezbrm
4 anos atrás

Afinal parece que a equipa que não deu o seu acordo- e era necessária a unanimidade – para o dia suplementar de testes, foi a Williams.
Bem dizia o Bernie que na F1 não pode haver democracia ! 🙂

ernie
ernie
4 anos atrás

Se Kubica fosse titular, podiam pôr 3 engenheiros para o Stroll. Onde chegou esta equipa… tanta engenharia e tão pouca pilotagem. Em 2019 provavelmente já haverá menos engenharia e mais pilotagem (ou não), porque sem a Martini, vão ter que vender mais lugares de reserva e simulador. Sinceramente, acho que a Williams estava melhor em 1977 e fazia correr um carro com o número 27. Não era um Ferrari (27), era um March 771, e o piloto era o Patrick Neve, que não era nada de fabuloso, mas com um inverno destes, talvez fosse o mais indicado para estes testes.… Ler mais »

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas F1
últimas Autosport
f1