F1: Renault com erros do passado

Por a 15 Abril 2019 11:35

Um começo de época para esquecer. A Renault continua com problemas de fiabilidade e é o fornecedor com pior registo nesta fase.

O MGU-K de Nico Hulkenberg falhou, apesar de ser uma peça nova, introduzida na China para todos os motores franceses, depois da falha no mesmo componente, no carro de Carlos Sainz, em Melbourne.

Apesar disso, foi esse componente que falhou, o que levou Cyril Abiteboul a ter de se explicar novamente:

“A desistência do Nico deveu-se a um problema relacionado com o MGU-K que investigaremos depois deste fim de semana. Vamos analisar o fim de semana como um todo e nosso foco muda para a próxima corrida. “

“É muito cedo para dizer exactamente o que aconteceu. Mas nós tivemos o problema em Melbourne, e uma reacção muito rápida no Bahrein. Tivemos que forçar a produção para obter mais peças, o que significa que tivemos que acelerar alguns dos processos e algumas das avaliações que fazemos”, admitiu ele. “Basicamente, algo aconteceu que não tivemos tempo para avaliar correctamente. Não é uma desculpa, é um facto. Todos os outros carros trabalharam sem nenhum problema usando a mesma peça. Fizemos 5000kms no banco de potência com essa peça. Foi apenas por uma razão específica que entramos num modo que desencadeou algo no software “.

O problemas está assim relacionado com uma falha no software e não no componente em si, o que deverá significar que esta nova versão deverá manter-se nas unidades motrizes fornecidas pela marca:

“Não achamos que o componente que Nico usou estava danificado. Achamos que é um problema de software, e temos mudar algo no software para lidar com algo que foi alterado no hardware. Foi por isso que esperávamos tentar corrigi-lo no decorrer da corrida. Talvez não tenha sido transmitido, mas houve várias acções que o Nico tentou fazer. Mas ele não poderia reiniciar o carro por completo. É um problema típico de software, em que acontece um bloqueio e é necessário reiniciar o sistema. Foi praticamente o que estávamos a tentar fazer na pista, mas não funcionou. “

O responsável da equipa afirmou que a Renault tem de parar de se colocar em situações difíceis e que a equipa vai analisar estes dados e tentar ter uma solução em breve.

3
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
alexis
Membro
alexis

Será que ainda não perceberam que enquanto este personagem (Cyril Abiteboul) lá estiver vai ser sempre a afundar, basta olhar para o curriculum dele. É triste ver uma marca como a Renault que deveria estar a lutar com Mercedes e Ferrari, anda a lutar no meio do pelotão e muitas vezes a levar na cabeça de quem usa os mesmos motores, uma vergonha.

José Morais HML
Membro
José Morais HML

É vira o disco e toca o mesmo.
Só desculpas e continua tudo na mesma.
Acho que estas a mais.

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Está na hora de Cyril Abiteboul por o lugar à disposição.

últimas F1
últimas Autosport