/formula1/f1/f1-o-frente-a-frente-de-cada-dupla-de-pilotos-segundo-pelotao/
F1, O frente-a-frente de cada dupla de pilotos: Segundo pelotão | AutoSport

F1, O frente-a-frente de cada dupla de pilotos: Segundo pelotão

Por a 8 Agosto 2022 11:11

Já se passaram 13 rondas na presente época de Fórmula 1 e chegámos, finalmente, à grande pausa de verão. É, portanto, tempo para ver como estão a decorrer as batalhas de cada dupla de pilotos nas suas respetivas equipas. Continuemos com as quatro equipas que competem para estar constantemente nos pontos:

Alpine

Dezassete pontos separam, neste momento, Fernando Alonso (10º) e Esteban Ocon (8º).

Alonso leva a melhor sobre Ocon aos sábados, e conseguiu colocar o seu carro na primeira linha da grelha, no Canadá, porém, Ocon tem sido a âncora de pontos da equipa e o principal fator para a Alpine estar, neste momento, em 4º lugar no campeonato de construtores.

Fernando Alonso sofreu dois DNFs nas suas duas primeiro corridas e, devido a problemas no carro não conseguiu trazer bons resultados dos Grandes Prémios da Austrália ou do Canadá, onde certamente a sua performance fazia prometer nos dias anteriores. Não começou o Sprint em Silverstone e mesmo assim colocou o seu carro nos pontos no domingo.

Ambos os pilotos da Alpine já colocaram o carro os cinco primeiros esta temporada, Alonso no Grande Prémio da Grã-Bretanha e Ocon na ronda seguinte, no Grande Prémio da Áustria.

Veredito final: Ocon está em oitavo e tem conquistado muitos pontos para a Alpine, porém o nível de Fernando Alonso tem sido dos melhores que temos visto este ano e, não fossem os constantes problemas iniciais no seu carro, estaria bem mais à frente na tabela de pilotos, portanto Alonso leva ligeiramente a melhor sobre Ocon, apesar dos melhores números do francês.

McLaren

Apenas Pérez e Verstappen têm uma margem superior a Lando Norris e Daniel Ricciardo, o que é normal uma vez que a Red Bull é uma equipa que luta por vitórias e Max já venceu oito das primeiras treze corridas do ano.

A ‘batalha’ interna na McLaren tem sido possivelmente a mais desequilibrada de toda a primeira metade da época, com Norris a bater o colega de equipa em todos os parâmetros possíveis. O britânico foi o único piloto não Red Bull, Ferrari ou Mercedes a subir ao pódio (alcançado em Imola), terminou nos pontos em dez ocasiões nesta época, enquanto Ricciardo apenas conquistou pontos em cinco fins-de-semana. Para além disso, Norris é “o melhor dos outros” e ocupa neste momento o sétimo lugar na tabela de pilotos, ao passo que Ricciardo apenas ocupa o 12º.

Norris também bateu o seu colega de equipa 11-2, até agora, em qualificação.

Veredito final: Lando Norris leva claramente a melhor sobre Daniel Ricciardo.

Alfa Romeo

O estreante Guanyu Zhou sofreu o maior número de DNFs esta temporada, quase sempre devido a problemas de fiabilidade no seu carro. O piloto chinês até teve uma boa estreia, conseguindo conquistar pontos de imediato, no Barhein mas depois foi perdendo um pouco o ritmo e voltou a pontuar no Grande Prémio do Canadá, o seu melhor até ao momento.

Valtteri Bottas tem feito uma primeira metade muito sólida e, enquanto teve um carro competitivo, no início da época, foi quase sempre o “o melhor dos outros”, deixando cair esse registo a meio da primeira metade de 2022.

Os três DNFs de Bottas e os fins-de-semana prejudicados pela fiabilidade não o ajudam a ir a além do atual nono lugar que ocupa na tabela de pilotos.

Veredito final: Valtteri Bottas, com bastante margem, leva a melhor sobre o estreante Guanyu Zhou.

Haas

Depois de não registar qualquer ponto nas primeiras nove rondas de 2022 e de ter dois acidentes muito dispendiosos para a Haas, nos Grandes Prémios da Arábia Saudita e do Mónaco, Mick Schumacher conseguiu finalmente alcançar o P8 em Silverstone e P6 na ronda seguinte, na Áustria.

O seu colega de equipa, Kevin Magnussen, também obteve resultados sólidos com P10 em Silverstone e P8 na Áustria, mas o seu início de temporada foi muito mais forte, alcançando de imediato P5 no Bahrein, e que até agora é o seu melhor resultado esta época, mais pontos em Jeddah e Imola.

Ambos os pilotos têm sido afetados por problemas de fiabilidade e, no caso concreto de Kevin Magnussen, tem sido muito afetado pelos incidentes no início das corridas que o colocam de imediato para o fundo da grelha.

O registo 11-2 em qualificação é bastante desnivelado e faz notar qual dos dois tem sido o melhor piloto.

Veredito final: Kevin Magnussen leva a melhor sobre Mick Schumacher.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Autosport Exclusivo
últimas Autosport
autosport-exclusivo