F1: Marko afirma que Red Bull terá “Party Mode”

Por a 8 Janeiro 2019 16:15

Alguns dias após o surgimento de rumores que afirmavam que a Honda estava com problemas no desenvolvimento da sua unidade motriz, Helmut Marko veio a público dizer que espera da Honda mais ganhos ao nível da potência e que a equipa poderá ter um “Party Mode”.

A expressão “Party Mode” começou a ficar conhecida na F1 graças à Mercedes que tinha um modo de potência mais elevado que usava em qualificação ou quando necessário em corrida. O Party Mode é sinónimo de mais potência, mas para isso é preciso ter uma unidade motriz que o permita. A Renault e a Honda, por estarem mais atrasadas no desenvolvimento das unidades não tinham esse “luxo”.

O responsável da Red Bull mostrou-se otimista quanto ao desenvolvimento feito pelos japoneses e revelou que espera ter mais essa arma para 2019:

“Os números deixam-nos muito otimistas, também em relação ao aumento da performance”, disse Marko ao Motorsport.com. “Pela primeira vez também podemos celebrar com um ‘Party Mode’! O motor da Honda já está um pouco acima do motor da Renault. Se combinarmos os nossos dados de GPS com os dados fornecidos pela Honda, estaremos ao nível da Mercedes e da Ferrari. É claro que eles não ficaram a dormir. Mas eles já estão num nível tão alto que não podem mais muitos mais saltos significativos. Mesmo que tenhamos 15 a 20 cv a menos, isso não é diferente do que acontecia na nossa era com a Renault, com o motor de oito cilindros. Nós podemos compensar isso.”

Marko relembrou as diferenças que sentiram com os motores franceses:

“Estávamos na categoria B desde o começo. Faltava-nos até 70cv na qualificação. Dependendo da pista, em média, estávamos sempre pelo menos 40cv abaixo dos rivais. Os nossos dados de GPS mostram claramente o quanto perdemos nas retas e o quanto ganhamos nas curvas. Quando o poder da Ferrari estava no auge, a diferença era ainda mais extrema”.

O grande problema da Honda no início será novamente… a fiabilidade. Foi sempre esse o “calcanhar de Aquiles” da unidade japonesa. Apesar dos números apresentados serem interessantes, a Honda nunca conseguiu colocar todo o potencial em pista pois precisava rodar em modos de potência mais baixos para garantir a fiabilidade. Marko espera problemas nesse capítulo:

“Estamos cientes de que provavelmente será difícil ao nível da fiabilidade. Provavelmente não conseguiremos fazer a temporada toda com três motores. Mas se escolhermos as pistas corretas, poderemos compensar isso em poucas voltas. Esse será o conceito, que conscientemente aceitamos penalizações se necessário.”

Fica assim claro que a Honda poderá não apresentar um motor tão fiável quanto o desejado, mas que poderá compensar esse fator com a potência adequada. Venha fevereiro para podermos perceber se esse plano irá resultar.

9
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
F1_4ever
Membro
F1_4ever

Agora é que vai ser uma festa nos GP’s, especialmente se deitarem umas latas de Red Bull no depósito, então ninguém os apanha…

driver-on-track
Membro
driver-on-track

muita muita gente vai engolir o que disse sobre a Honda…. vai ser libdo de ver…. stay tune….

*RPMS*
Membro
*RPMS*

Vamos ver é se não vai ser o “Parte Mode” a dominar a temporada da Honda… Será interessante observar a cara do Helmut quando começar a sair fumo das chaleiras japonesas.
Cumprimentos

el14
Membro
el14

terá muitas partes do motor para trocar isso sim…

f1gr09
Membro
f1gr09

Eu li bem, ao nível da Mercedes e da Ferrari? Estes gajos sonham. Primeiro deviam deixar passar três grandes prêmios,e depois sim comentar ou afirmar , se está ao mesmo nível, pk por agora está ao mesmo nível,com os Mercedes e Ferrari desligados. Depois não esquecendo a Renault, primeiro tem estar ao nível da Renault e depois podem sonhar mais alto. Esta gente da Redbull é tão arrogante, tão idiota, menosprezam a Renault friamente, memória curta. Não desejo o fracasso da Honda, e nem preciso , mas desejo o da Redbull,pode ser que se tornem mais humildes,claro que se fraquejarem… Ler mais »

pedro_speed
Membro
pedro_speed

Muito bem escrito. O ideal é que a época lhes corra realmente mal, para irem embora de vez. Depois a Honda já poderá ter sucesso com os novos donos da Red Bull, rebatizada com outro nome, evidentemente. Pois em Milton Keyenes há muita gente com grande qualidade, mas os seus chefes é que estragam tudo!

mdcc220
Membro
mdcc220

Vai ser um “Party Mode” fantástico com os fumos e luzes provocados pelas quebras de motor…O Max vai adorar!

Kimi Iceman
Membro
Kimi Iceman

Quando o Verstappen ativar o Party Mode a “party” vai ser o motor a partir-se. Escusado será dizer qual será a reacção do piloto holandês.

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Vai sair do carro todo contente porque estava a liderar. Suponho…

últimas F1
últimas Autosport