Max Mosley: «Raça, sexo ou religião? Ou são rápidos…ou não!»

Por a 10 Fevereiro 2008 19:13

Pelos vistos, os efeitos colaterais da “guerra” Alonso/Hamilton estendeu-se a outros continentes, e não se confinaram à Europa. De acordo com declarações de Max Mosley ao “Sunday Times”, adeptos espanhóis já tinham praticado actos racistas contra Anthony Hamilton…na China.

O pai do piloto da McLaren disse a Mosley que já tinham sucedido outras situações no passado, e também com adeptos espanhóis, e o responsável máximo da FIA avisa que caso situações destas continuem, os grandes Prémios em Espanha podem ser retirados do calendário:

«Anthony Hamilton disse-me que existiram adeptos espanhóis que já tinham sido abusivos anteriormente, nomeadamente aquando do GP da China, em Outubro passado. Se há pessoas que insistem em ter atitudes destas é bom que fiquem avisados que podem inclusivamente ser presos. Tudo faremos para parar este tipo de coisas, custe o que custar. Se forem casos isolados, é uma coisa, mas se a questão se generalizar, poderemos retirar os GP’s que se realizam em Espanha do calendário. Uma das coisas que sempre me atraiu nos desportos motorizados foi que nunca ninguém se ralou qual era a raça, sexo ou religião. A única coisa que importa é se são rápidos ou não…», referiu Mosley que anunciou uma campanha anti-racismo da FIA, que terá início em Melbourne a 16 de Março.

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport