/formula1/f1/gp-russia-f1-tl2-valtteri-bottas-bate-hamilton-por-0-044s/
GP Rússia F1, TL2: Valtteri Bottas bate Hamilton por 0.044s | AutoSport

GP Rússia F1, TL2: Valtteri Bottas bate Hamilton por 0.044s

Por a 24 Setembro 2021 14:16

Valtteri Bottas voltou a ser o mais rápido na segunda sessão de treinos livres do GP da Rússia. O piloto finlandês rodou em 1:33.593s na primeira parte do treino, quando a maioria dos pilotos estava em simulação de qualificação. Lewis Hamilton foi o segundo mais rápido (+0.044s) e Pierre Gasly continua em destaque, conseguindo o terceiro melhor tempo (+0.252s), mesmo tendo ficado sem asa da frente do carro no último minuto da sessão. 

Ainda a sessão não tinha começado e Jonathan Wheatley, da Red Bull e o diretor de corrida da FIA, Michael Masi tinham uma conversa sobre a possibilidade da qualificação ser realizada no domingo, devido às condições climatéricas que são esperadas para sábado. O diretor de prova afirmou que está planeada para amanhã, mas lembrou que no caso da impossibilidade de se realizar a sessão, a grelha da corrida será preenchida conforme os tempos alcançados no TL2. 

Daniel Ricciardo começou o treino mais tarde do que o planeado, já que a equipa encontrou um problema na unidade motriz e teve que a substituir por uma já usada anteriormente. Como tal, o australiano não sofrerá nenhuma penalização. 
Max Verstappen vai, à semelhança de Charles Leclerc, sair do fundo da grelha na corrida de domingo, com a Red Bull a aproveitar a ronda russa para substituir a unidade motriz do #33. Assim sendo, com os Mercedes tão dominadores como têm estado nos treinos livres, parece que a luta pelo terceiro lugar vai ser animada, com vários pilotos capazes de subir ao pódio.

Ao parar para troca de pneus, Lewis Hamilton não travou a tempo, empurrando o mecânico que segurava no macaco, algo semelhante ao que aconteceu a Lance Stroll. 

Estava a sessão a chegar aos 25 minutos finais, quando Antonio Giovinazzi perdeu o controlo da traseira do Alfa Romeo na saída da curva 9 e bateu nas proteções do circuito russo. A sessão foi interrompida sob bandeiras vermelhas, com os comissários de pista a terem de retirar o carro do italiano de pista. Nesta altura ainda não sabemos se a colisão obrigará à substituição de algum componente e que obrigue a uma penalização. 

Depois de meio da sessão, pilotos e equipas optaram por simular stints longos, a pensar já na corrida, existindo poucas alterações aos tempos obtidos nos primeiros 30 minutos. Lando Norris terminou com o quarto tempo mais rápido, seguido de Esteban Ocon. Max Verstappen conseguiu apenas o sexto melhor tempo, com Carlos Sainz atrás. Fernando Alonso foi 8º, Sebastian Vettel 9º e Charles Leclerc fechou o top 10. 

Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Não me chateies
Não me chateies
26 dias atrás

Hoje não há corridas, a evolução da F1 vai ser passar para os carros telecomandados ou e sport.

últimas F1
últimas Autosport
f1