/formula1/f1/formula-1-demasiada-areia-para-a-camioneta-de-michael-masi-mais-tira-lo-de-la/
Fórmula 1: “demasiada areia para a camioneta de Michael Masi”, mais tirá-lo de lá? | AutoSport

Fórmula 1: “demasiada areia para a camioneta de Michael Masi”, mais tirá-lo de lá?

Por a 14 Janeiro 2022 08:38

Martin Brundle, Damon Hill e Johnny Herbert debateram para a Sky Fórmula 1 um dos momentos mais controversos da história da Fórmula 1, onde foi analisada também a possibilidade de Michael Masi sair, na sequência dos erros que cometeu no GP de Abu Dhabi de Fórmula 1.
Todos eles concordam que houve erros por parte da Direção de Corrida, mas a forma como se desenrolaram os acontecimentos revelaram-se “demasiada areia para a camioneta de Michael Masi”, que errou em algumas das decisões que tomou.
Damon Hill diz que os pilotos não foram todos tratados de maneira igual, mas também diz que “manipulado” é uma palavra forte demais para o que aconteceu, e acrescenta que Michael Masi estava sob grande pressão para permitir que o final de campeonato fosse excitante, e foi isso que ele fez.
Já Johnny Herbert diz que para um campeonato ser ganho de forma justa “as regras nunca podem ser torcidas em benefício da F1” .
Tudo isto levou a que Lewis Hamilton se mantenha silencioso quanto à possibilidade de voltar em 2022, e acredita-se que pretende saber o resultado da investigação que a FIA está a fazer para tomar a decisão. Só que essa decisão pode ser conhecida somente na véspera do início do Mundial de F1, e isso não dá o tempo que Hamilton alegadamente quer.
Pelos vistos é real a ameaça de Lewis Hamilton sair da F1, em virtude do que sucedeu e quando se fala da eventual contrapartida em forma da saída de Michael Masi, os homens da Sky, admitindo que a posição de Michael Masi é muito complicada, também entendem que fazê-lo sair não é solução…
Johhny Herbert diz que Michael Masi “causou demasiado dano à F1” mas admite que há um problema quanto a um eventual substituto. Michael Masi foi o melhor aluno de Charlie Whiting, e por isso mesmo é que o substituiu após a morte do mentor.
Martin Brundle vai mais longe: “Tenham cuidado com o que desejam”, diz, acrescentando que substituir Michael Masi não resolve o problema, pois ser Diretor de Corrida na F1 é neste momento um trabalho imenso para uma só pessoa.
Resumindo, há muita gente que admite que a posição de Michael Masi é insustentável, mas substitui-lo bem é uma conversa totalmente diferente. Vamos ver como tudo isto termina.

Subscribe
Notify of
31 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
FormulaTwo+1
FormulaTwo+1
3 dias atrás

Masi é incompetente. Ponto! Pouco importa se o incompetente favoreceu ou desfavoreceu, deliberadamente ou não, A, B ou C! Aconteceu de tudo ao longo do ano. Errou e vacilou demais! Interferiu demais, fosse por excesso ou por omissão. E isso não devia ter acontecido, a bem da credibilidade da F1. Acabou por se pôr numa posição que, faça o que fizer daqui em diante, será contestado por todos. Masi é incompetente e deixou de ser credível. E como em qualquer organização que se preze, aos incompetentes mostra-se a porta da rua. E quem tem de a mostrar é quem manda,… Ler mais »

gtman
gtman
Reply to  FormulaTwo+1
2 dias atrás

Assino por baixo.

norton_folk2021_gmail_com
norton_folk2021_gmail_com
3 dias atrás

Já acabou o circo?

LH vai tanto deixar a F1 como eu vou ganhar o Euro Milhões hoje.

gtman
gtman
2 dias atrás

Substitui-lo bem é fácil mal é que seria extremamente difícil..

últimas F1
últimas Autosport
f1