Fórmula 1: A inesperada dupla da Toro Rosso…

Por a 14 Março 2019 12:06

Com a promoção de Pierre Gasly a lugar tenente de Max Verstappen, a RedBull viu-se e desejou-se para encontrar um piloto que fizesse um pouco melhor que Brendon Hartley. O campeão do Mundo de Endurance e vencedor das 24 Horas de Le Mans foi uma desilusão e um claro erro de casting, mas pelo menos junto ao palmarés a linha com a participação na F1.

Rebuscou, rebuscou, olhou para Dan Ticktum – um moço cheio de talento, mas ainda verdinho e meio ‘desmiolado’ – mas acabou por ir buscar Alexander Albon, um tailandês nascido em Londres há 22 anos que terminou o Campeonato de F2 de 2018 no terceiro lugar. Mas a maior surpresa acabou por ser Daniil Kvyat. Lembram-se dele? Sim, o moço russo que “ficou” com o lugar do António Félix da Costa. O russo chegou à Toro Rosso em 2014 para o lado de Jean Eric Vergne, ocupando o lugar de Daniel Ricciardo, promovido á RedBull, passou para a equipa principal com a saída de Sebastian Vettel para a Ferrari em 2015. Acabou atirado, de novo, para a Toro Rosso depois de um incidente na largada para o GP da Russia, em Sochi, quando acertou em cheio em Sebastian Vettel.

Foi substituído por Max Verstappen e ficou como colega de equipa de Carlos Sainz Jr., acabando por conseguir um bom desempenho. O que lhe mereceu o prolongamento do contrato com a Toro Rosso para 2017. Irreconhecível, o russo acabou borda fora da Toro Rosso para dar lugar a Pierre Gasly. Regressou à equipa quando Carlos Sainz foi emprestado à Renault, mas não assentaria arraial pois Helmut Marko decidiu colocar no seu lugar Brendon Hartley logo depois do GP dos EUA (onde Kvyat tinha pontuado e tudo). Em outubro de 2017, confirmava-se que Daniil Kvyat não regressaria à Toro Rosso e que tinha sido dispensado do programa de desenvolvimento de pilotos da RedBull. Esteve como piloto de desenvolvimento em simulador da Ferrari, tendo pilotado o Ferrari SF71H uma única vez em abril de 2018. Em 2019, Daniil Kvyat vai fazer o terceiro regresso à Toro Rosso, algo inédito.

3
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
chic-anal-ysis
Membro
chic-anal-ysis

Acho que o Kvyat só conseguiria fazer boa figura se tivessem mantido o coitadinho do Hartley. Até é verdade que o russo sacou uns tempos interessantes nos testes de Barcelona mas bastará que o Albon o bata duas ou três vezes para que se esbardalhe todo mentalmente e seja outra vez colocado junto à porta de saída.

sr-dr-hhister
Membro
sr-dr-hhister

Vamos ver. A questão mental pode ter evoluído, assim como o controlo do carro, que sempre me pareceu algo brusco.
Este e o Bottas vão ter que fazer os campeonatos das suas vidas.

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Deviam era ir buscar o grande Fernando Alonso!!! Ele ainda é um jovem e o maior talento de todos os tempos, ide ide, ele está mortinho por pilotar o motor Honda!

(e antes que venham dizer alguma coisa eu não sou o Frenando_Afondo, não sei porque dizem que eu sou esse gajo, não sou tá).

últimas F1
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png