F1, Claire Williams: “Vou continuar a lutar por esta equipa porque acredito nela”

Por a 8 Fevereiro 2019 09:34

Em declarações à revista Racer, Claire Williams diz que vai lutar com todas as suas forças para que a Williams saia do buraco em que se encontra. A última vez que a Williams venceu um Grande Prémio de Fórmula 1 foi em 2012, quando Pastor Maldonado venceu de forma completamente inesperada o GP de Espanha, naquela que foi a 114ª e última vitória da equipa na F1.

Um triunfo que chegou apenas oito anos depois do Grande Prémio do Brasil de 2004, ganho por Juan Pablo Montoya, o anterior triunfo de uma equipa que conquistou o seu último título mundial de Fórmula 1 em 1997, com Jacques Villeneuve.

No ano passado, a Williams terminou em décimo e último lugar no Mundial de Construtores, naquela que foi a pior classificação de sempre da equipa, pior ainda que nos difíceis primeiros anos.

Para este ano, com dois novos pilotos, Robert Kubica e George Russell, um novo patrocinador, a tarefa é muito árdua: “Esta é a equipa da nossa família, por isso há muita coisa a depender disso. Uma das razões porque aceitei este trabalho foi para proteger não só o legado do meu pai, mas também da minha mãe neste desporto. É um enorme legado, de que estamos muito orgulhosos. Portanto, há essa pressão.

Preocupo-me muito com a reputação desta equipa, preocupo-me muito com as pessoas que trabalham para nós, e quero ter certeza de que eles tenham uma equipa da qual possam se orgulhar, e que sobreviva por muitos, muitos, muitos anos na F1″.

Como se percebe, faço um grande investimento pessoal, mas não poderia ser doutra forma. Adoro o que faço, tenho muita sorte do fazer e acho até que o desafio é muito maior do que se estivéssemos no quarto lugar a tentar conquistar um pódio ocasional”.

“Estou preparada para o trabalho que tenho pela frente, estou de mangas arregaçadas e vou lutar com cada gota de suor para conseguir o que quero para a Williams e não vou desistir até o conseguir.

“Vou continuar a lutar por esta equipa porque acredito nela. Acredito que tem um lugar neste desporto, acredito que ainda tem uma grande relevância e não deve estar onde está neste momento. E não quero perder o legado deixado pelo Frank (Williams) e pelo Patrick (Head). Por isso, é importante para mim proteger o passado, mas também para esculpir e proteger o futuro”, disse Claire Williams, à Racer.

7
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas Destaque Homepage
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.