Pilotos contestam super-licenças

Por a 27 Janeiro 2009 14:44

Os pilotos estão a contestar novo aumento do preço das super-licenças, depois da FIA ter unilateralmente decidido aumentar em dez por cento o seu custo, isto 12 meses depois de ter inflacionado de forma impressionante o seu custo.

Os pilotos da frente poderão ter de pagar perto de 300 mil euros pelo documento, o que se representa comparativamente pouco para Hamilton, Massa ou Raikkonen, é cerca de 15 por cento do salário de Kubica e também custará a pagar a outros, como Vettel – os que recebem pouco mas marcaram muitos pontos no ano passado – pelo que a GPDA está em contacto com a Federação para evitar este novo aumento de preços.

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport