/formula1/f1/gp-da-russia-f1-qualificacao-a-nova-geracao-apresenta-se/
GP da Rússia F1, Qualificação: A nova geração apresenta-se | AutoSport

GP da Rússia F1, Qualificação: A nova geração apresenta-se

Por a 25 Setembro 2021 14:37

Lando Norris conquistou a pole position para a corrida de amanhã, depois de uma qualificação emocionante. A McLaren volta a aparecer em destaque e desta vez foi Lando Norris a sorrir depois de mais uma excelente qualificação.

Poucos esperariam condições tão favoráveis para esta qualificação, depois das imagens que vimos durante a manhã. A chuva caiu de forma abundante obrigando a repensar os horários para hoje, mas a chuva parou a tempo da qualificação, com uma pista ainda molhada, mas a secar a bom ritmo.

Q1

Todos os carros foram para a pista assim que a luz verde fez a sua aparição no fim da via das boxes com os pilotos a calçarem os intermédios na Q1, com uma pista molhada, mas com ares de poder secar rapidamente. Charles Leclerc foi o primeiro a chegar ao segundo 50, mas faltavam os tempos da Red Bull, Mercedes, McLaren e Aston Martin. Lando Norris foi o primeiro a assinar um tempo no segundo 49, sendo destronado pouco depois por Pierre Gasly. Na primeira volta lançada de Antonio Giovinazzi fez um pião, em mais um incidente do italiano, neste fim de semana que não lhe está a correr nada bem. Valtteri Bottas fez o seu primeiro tempo no segundo 48 e Lewis Hamilton tratou de assinar o melhor registo no segundo 46 o que mostrava a velocidade a que a pista estava a secar.

Max Verstappen fez apenas uma outlap e deu o dia por terminado com o último lugar da grelha garantido para amanhã. 

A cinco minutos do fim da Q1 tínhamos Hamilton, Bottas, Gasly, Nicholas Latifi e Sebastian Vettel no top 5, pouco antes de Sergio Pérez se instalar no topo da tabela. Na zona de despromoção tínhamos Kimi Raikkonen, Nikita Mazepin, Mick Schumacher, Antonio Giovinazzi e Verstappen era o dono do último lugar, sem tempo. 

No final da Q1 ficaram de foram Kimi Raikkonen, Schumacher, Giovinazzi, Mazepin e Verstappen. Nas cinco primeiras posições tínhamos Hamilton, Bottas, Pérez, Vettel e Norris. 

Q2

A chuva manteve-se afastada no arranque da Q2, com a pista cada vez mais seca. Com isso os tempos continuaram a evoluir, mas agora a um ritmo mais lento. Lando Norris começou bem, mas foi destronado logo de seguida por Hamilton, enquanto Bottas cometeu um pequeno erro, o que arruinou a sua primeira tentativa, mas na segunda tentativa chegou ao segundo 45, deixando Hamilton a mais de 0.5 seg. Pérez estava a ter uma uma Q2 abaixo do esperado, com alguns erros e com um tempo demasiado perto do 10º, o que poderia complicar a vida do mexicano. Fernando Alonso fazia o quarto tempo, quando faltavam cinco minutos para o fim, evidenciando mais uma vez uma excelente forma. Na zona de eliminação estavam Ricciardo, Russell, Yuki Tsunoda, Nicholas Latifi (cumprirá penalização por troca de motor, por isso não marcou tempo) e Charles Leclerc (também com uma penalização por troca de motor e por isso também picou o ponto mais cedo).

George Russell voltou a fazer das suas e encontrou uma vaga na Q3, eliminando Sebastian Vettel, que tinha como companhia, Gasly, Tsunoda, Latifi e Leclerc no fundo da tabela. Na frente tínhamos Hamilton, Bottas, Alonso, Norris e Pérez no top 5, com Esteban Ocon, Lance Stroll, Ricciardo, Russell e Sainz (que ficou a 0.053 da zona de eliminação) a completar o top 10 que seguiu para a Q3.

Q3

A grande dúvida na Q3 era a escolha entre pneus slicks e os intermédios, com as primeiras voltas a mostrarem uma pista já a pedir pneus macios para as últimas tentativas, apesar de vermos ainda várias partes molhadas. Os primeiros tempos foram feitos com os intermédios e a pole parecia garantida para os homens da Mercedes, com o terceiro lugar em aberto, sendo Pérez e Norris os principais candidatos. Hamilton fez o melhor tempo na primeira tentativa, seguido de Norris, Bottas, Alonso e Stroll no top 5. A normalidade acabou ai.

Lewis Hamilton cometeu um erro na entrada da boxe, batendo contra as proteções, o que danificou a asa dianteira e atrasou a entrada do britânico em pista com pneus slicks. Com menos uma volta para aquecer as borrachas, Hamilton ficava em apuros. No entanto o final prometia ser dramático, com as borrachas a demorarem a aquecer e os pilotos a terem dificuldade em encontrar a tração ideal. Até que chegamos aos últimos segundos e Carlos Sainz foi o primeiro a mostrar sinais positivos com os macios e conseguiu melhorar o tempo de Lewis Hamilton. O melhor estava reservado para o gim e a melhor volta foi assinada por Lando Norris  que fez a pole position para a corrida de amanhã, seguido de Sainz e de um espantoso Russell que conseguiu um lugar no top 3 mesmo no final.

Destaques

Lando Norris. Que época está a ter este jovem piloto e que talento tem mostrado. Depois do susto em Spa, na qualificação também molhada, não se mostrou afetado e apesar de ter começado a sessão em “bicos de pés” depressa encontrou a confiança para estar sempre entre os mais rápidos. Voltou a deixar Ricciardo a alguma distância e mais que isso aproveitou os erros e as penalizações para voltar a brilhar. Vingou-se de Imola  e fez a sua primeira pole em mais uma tremenda exibição. Carlos Sainz também foi um dos melhores e apesar de com os intermédios não ter mostrado ritmo, tendo ficado perto da eliminação na Q2, melhorou muito com os macios e com isso fez o segundo lugar. Boa prestação do espanhol que mantém a Ferrari na luta com a McLaren, num duelo muito interessante amanhã para a primeira travagem forte.

E se começam a faltar adjetivos para Norris, que dizer de Russell. Fazer terceiro com um Williams, ficando à frente de Bottas e Pérez merece todos os elogios. O lugar da Mercedes já está garantido, mas o nível e a velocidade que apresenta merecem claramente uma equipa de topo. Tal como Norris, começou até de forma titubeante a qualificação mas deixou o melhor para o fim. Foi dos primeiros a pedir os pneus macios e o resultado está à vista.

Lewis Hamilton tem de ser um dos destaques pela negativa. Um erro que poderá até nem ter grande consequência pois os Mercedes estão claramente mais fortes, mas falhar numa altura determinante, mais ainda quando o principal rival está já a ver a qualificação pela TV não é normal para Hamilton e só mostra o nível de pressão a que todos os que lutam pelo título estão sujeitos. Até aquele momento Hamilton estava a ter uma boa sessão, com Bottas a parecer um pouco acima, mas aquele erro… não pode acontecer.

Ricciardo fez uma boa qualificação. Apesar da festa em Monza, era lógico admitir que em condições normais Norris continua acima do australiano e hoje vimos isso. Mas os tempos de crise já lá vão e um top 5 hoje é bom. Fernando Alonso continua a colocar o seu Alpine onde não merece e hoje o sexto lugar, à frente de Bottas é sinal de que o “velho Alonso” vai dar ainda muito que falar. Bottas borrou a pintura e ainda não entendemos bem como é que o homem mais rápido de sexta e um dos mais rápidos de hoje acabou em sétimo, mas é claramente um mau resultado e um travão na boa forma que vinha a mostrar. Pior que ele só mesmo Pérez que mais uma vez não foi o piloto que a equipa precisava, ficando muito longe da frente. O mexicano nunca foi muito forte em qualificação mas tem de fazer mais na Red Bull, pois ficou atrás de Lance Stroll que definitivamente gosta da chuva e se dá bem quando a aderência baixa, numa boa prestação do canadiano. Ocon conseguiu o décimo lugar, positivo para o francês mais ainda longe do que fez Alonso.

Vettel falhou a passagem à Q3 por uma nesga e perdeu a oportunidade de conseguir um bom resultado, tal como Gasly que ficou de fora do top 10, numa posição que compromete as aspirações do francês para amanhã, ele que mostrou ritmo para lutar pelo top 5, em piso seco. Giovinazzi é o último destaque e depois da boa prestação em Monza, está a meter os pés pelas mãos com um fim de semana para esquecer, até agora.

Por fim, ver Norris, Russell e Sainz no top 3 é um sinal claro dos tempos. A nova geração começa a brilhar cada vez mais intensamente e com a qualidade que vemos destes novos atores principais, só temos motivos para ficar animados pelo futuro da F1.

Subscribe
Notify of
15 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
jacinto-18
jacinto-18
26 dias atrás

A Ferrari que se aprece a contratar um destes. Apesar do segundo lugar de Sainz. A meu ver a dupla é mediana nunca sobressaindo quando é necessário.

Lagaffe
Lagaffe
Reply to  jacinto-18
26 dias atrás

Exactamente ao contrário. O Sainz é o tipo certo para a Ferrari, que claramente aposta no Leclerc como estrela do futuro e tem no espanhol um piloto trabalhador e muito regular. De extra tens uma competição muito sana entre os dois pilotos.

kkk698
kkk698
Reply to  jacinto-18
26 dias atrás

Vai ver a novela parece que andas afastado disto

jacinto-18
jacinto-18
Reply to  kkk698
26 dias atrás

Aponta o dia. Se me enganar peço desculpa. Quanto hás novelas mete-as no sítio que eu cá sei.

alexname
alexname
Reply to  jacinto-18
25 dias atrás

‘Hás’ novelas? A sério?

Carlitos 01
Carlitos 01
Reply to  jacinto-18
26 dias atrás

apresse…

alexname
alexname
26 dias atrás

Hamilton vai estar muito nervoso amanhã. A vitória pode sorrir tanto a Alonso como a Norris!

GuiMoreiraMclaren
GuiMoreiraMclaren
Reply to  alexname
26 dias atrás

Alonso ou Sainz? Que troll!

alexname
alexname
Reply to  GuiMoreiraMclaren
25 dias atrás

Alonso. Não sabes ler?

Pity
Pity
26 dias atrás

A nova geração apresenta-se e mostra que o futuro da F1 tem tudo para ser brilhante.

*RPMS*™
*RPMS*™
26 dias atrás

Norris, Sainz, Russell…e o jovem Alonso.
Tal como o bom vinho, quanto mais velho melhor!

Cumprimentos

jacinto-18
jacinto-18
26 dias atrás

Quando Vettel estava na Ferrari disse o mesmo. O tempo deu-me razão. A seguir a ver vamos. Sainz não é aquele que vimos nas florestais de Portugal. Esse é o Pai. O filho “carrega” o nome.

Frenando_Afondo™
Frenando_Afondo™
26 dias atrás

Grande Norris! Sim senhor. E grande Mclaren a fazer tudo bem. Sainz e Russell também excelentes. Impressionante como o Williams na chuva muda completamente.

Qualificação desastrosa de Hamilton e da Mercedes, que demoraram muito a mudar para slicks e com um carro que demora eternidades a aquecer os pneus, lixaram-se. Mas é o que há com um monolugar inferior. Tão inferior que mesmo Bottas, que é o Schumacher de Sochi, não foi além do sétimo lugar.

norton_folk2021_gmail_com
norton_folk2021_gmail_com
Reply to  Frenando_Afondo™
25 dias atrás

De facto mais uma vez ficou provado que com um monolugar inferior não dá para fazer mais.

Monolugar inferior, pit crew inferior, slicks inferiores, aquecimento de pneus inferior, asa dianteira inferior que se parte quando se bate no muro, “magic” inferior quando se colhe um elemento do pit… Enfim tudo inferior. Incluindo o seu QI, está bem inferior ao de uma arrastadeira.

Já o nível de brochismo ao LH está a atingir níveis épicos.

FormulaTwo+1
FormulaTwo+1
25 dias atrás

Russell com um Williams em 3º!!! Norris em 1º! Por muito atribulada que tenha sido a qualificação, é obra! Atenção à malta nova. Já não são promessas, são certezas! E sim, Sainz muito bem. E sim, Hamilton a aguentar-se mas a parecer acusar alguma pressão.

últimas F1
últimas Autosport
f1