/formula1/f1/gp-da-espanha-f1-notas-autosport-parte-ii/
GP da Espanha F1: Notas AutoSport (Parte II) | AutoSport

GP da Espanha F1: Notas AutoSport (Parte II)

Por a 15 Maio 2018 16:47

Continuação da avaliação do desempenho das equipas e dos pilotos no GP da Espanha.

 

McLaren – Evolução positiva mas… longe do topo

A McLaren avisou que ia trazer um carro praticamente novo  e não falhou com a promessa, trazendo uma versão repensada do seu monolugar, onde se destacaram o novo nariz, com uma capa proeminente na traseira do mesmo, um conceito já usado na Mercedes e na Red Bull, mas menos visível. Alonso aprovou as mudanças que acabaram por se tornar melhorias, e  a máquina ganhou alguns décimos por volta, que permitiu ao espanhol subir à Q3, pela primeira vez este ano. Mas a distância para os homens da frente continua a mesma, no entanto, já apresentam um ritmo capaz de fazer frente aos Renault e aos Haas. Na corrida  tal não foi tão visível mas tanto Alonso com Vandoorne perderam 3 lugares nas primeiras curvas, o que não ajudou à tarefa. Ainda assim Alonso esteve ao seu nível e não falhou com a dose diária recomendada de pontos para a McLaren, enquanto Vandoorne teve um dia para esquecer, com penalizações e uma desistência. Não mostrou o andamento do colega algo que se vai repetindo.

Fernando Alonso: Nota 8

Stoffel Vandoorne: sem nota

McLaren: Nota 7

 

Force India – Ocon continua a não ter sorte

Num ano em que pode surgir uma vaga na Mercedes, Ocon não está a ter a tarefa facilitada para mostrar serviço. Primeiro o carro ainda não é competitivo como gostaria e a sorte não tem andado ao lado do francês. Em Barcelona além de um pit stop desastroso, em que um pedaço de fita cola atrapalhou  o processo (20 seg. perdidos), a sua unidade motriz perdeu pressão de óleo, o  que o obrigou a desistir da corrida. Perez voltou a estar muito bem, fez uma corrida muito sólida e teve a sorte do seu lado quando não se conseguiu desviar dos pedaços da asa de Verstappen. Em Baku, Bottas ficou a lamentar-se numa situação identica mas Checo passou incólume, garantindo alguns pontos para a Force India.

Checo Pérez: Nota 8

Esteban Ocon: sem nota

Force India: Nota 7

 

Sauber – Leclerc apanhou-lhe o jeito

O jovem monegásco avisou que nao iria mudar a sua abordagem depois do brilharete em Baku. E pelos vistos não mudou mesmo, pois voltou a conquistar pontos para a Sauber pela segunda vez consecutiva, algo que já não acontecia há muito tempo. Charles Leclerc aguentou um tal de Fernando Alonso durante várias voltas e tentou fazer o mesmo a Pérez sem sucesso, conseguindo ainda assim mais um pontinho para a equipa. Nas duas pistas que já conhecia do ano passado, conseguiu excelentes prestações. Não será coincidência. Já Ericsson foi apanhado na confusão da primeira volta e nunca mais conseguiu recuperar.

Charles Leclerc: Nota 9

Marcus Ericsson: Nota 7

Sauber: Nota 8

 

Williams   – Arranques de Stroll continuam a dar resultado

O canadiano tem sido criticado e olhado com algumas desconfiança, mas a verdade é que o carro deste ano não lhe permite fazer milagres. Mas Stroll é claramente dos melhores no arranque e mais uma vez conseguiu subir várias posições e aguentou-se às portas dos pontos, sem argumentos para conseguir mais. Sirotkin é que também ainda não convenceu e fez um pião sozinho (este apanhado pelas câmaras) sozinho, no recomeço depois do VSC. Não está fácil para o russo mas é dificil apontar o dedo aos pilotos tendo em mão maquinaria tão pobre.

Lance Stroll: Nota 7

Sergey Sirotkin: Nota 5

Williams: Nota 4

 

Toro Rosso – Pouca história para contar

Não foi um fim de semana fácil para a equipa. O acidente de Hartley no TL3 danificou muito o seu monolugar e foi preciso um trabalho fantástico da equipa para colocar o carro em pista. O campeão de resistência apenas quis levar a máquina até ao final e assim o fez. A qualificação não foi nada de especial para Gasly e a corrida foi significativamente encurtada com o incidente provocado por Grosjean. Zero pontos, zero hipóteses de tentar algo mais.

 

Brendon Hartley: Nota 5

Pierre Gasly: sem nota

Toro Rosso: Nota 5

 

Próxima corrida será numa das jóias da coroa da F1… GP do Mónaco de  25 a 27 de Maio.

 

Parte I aqui

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas F1
últimas Autosport
f1