GP Brasil F1, TL1: Alex Albon na frente… e no muro

Por a 15 Novembro 2019 15:49

Alexander Albon foi o piloto mais rápido no primeiro treino do Grande Prémio do Brasil. O piloto tailandês fez um tempo de 1:16.142s, numa sessão marcada pela chuva no circuito de Interlagos.

Apesar de ter sido o mais rápido, Albon também acabou o treino mais cedo, com um choque nas barreiras.

Segunda posição para Valtteri Bottas. O finlandês da Mercedes ficou a 0.551s de Albon. Terceira posição para o Ferrari de Sebastian Vettel, a 0.899s de Albon.

O melhor do segundo pelotão foi Carlos Sainz, no quinto lugar da classificação, ficando a 1.644s de Albon. O espanhol ainda teve alguns problemas logo no início da sessão, mas conseguiu resolver tudo.

Os Renault ficaram com o sexto e sétimo posto no TL1, com Nico Hulkenberg a ser mais rápido que Daniel Ricciardo.

Os Toro Rosso também ficaram nos dez primeiros, com Pierre Gasly em oitavo e Daniil Kvyat em nono. Kvyat, que tal como Max Verstappen, ainda fez um pião no fim do treino.

A completar os dez primeiros ficou Lando Norris, que fechou o TL1 a 2.417s de Albon.

Com a chuva a cair intensamente no início do TL1, todos os pilotos foram para a pista de pneus de chuva, tendo ainda conseguido utilizar os pneus intermédios e mesmo no fim, ainda alguns slicks, casos de Bottas, Albon, Vettel, Leclerc, Gasly, Kvyat, Kevin Magnussen, Grosjean, Verstappen e Lewis Hamilton.

Mas, com as condições a não serem as melhores, Romain Grosjean, Sergio Pérez, Max Verstappen e Lewis Hamilton optaram por não fazer uma volta completa, apesar de terem ainda saído para a pista.

Assim, o último a colocar um tempo foi Nicholas Latifi, que voltou ao Williams, por troca com Robert Kubica. Já George Russell ficou em 11º, devido às condições difíceis da pista brasileira.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas F1
últimas Autosport