F1: Mercedes falhou a contratação de Max Verstappen

Por a 18 Setembro 2019 12:15

Algumas histórias sobre negociações antigas têm sido referidas ultimamente. Depois da Red Bull ter dito que não quis assinar com Lewis Hamilton em 2013, é agora a vez de Toto Wolff admitir que o surgimento de Max Verstappen veio demasiado cedo para que pudesse ingressar na Mercedes

Em 2014 Verstappen assinou um contrato com a Red Bull, numa altura em que a Mercedes terá tentado também assinar com o jovem prodígio. Os flechas de prata terão feito nova tentativa em 2017, mas novamente Verstappen preferiu ficar na Red Bull.

Agora o mercado para 2021 começa já a mexer e Verstappen será certamente uma das peças chave de toda a movimentação que irá decorrer. Jos Verstappen já afirmou que filho está no mercado e que procura um lugar à altura do seu talento e a Mercedes surge novamente com opção.

“Antes de mais , devo dizer que o miúdo de então é agora um jovem excepcional”, disse Wolff à RacingNews365. “Na Red Bull, Max teve tempo para se desenvolver. Ele pôde cometer erros na Toro Rosso, mas também na Red Bull – como no GP do Azerbaijão no ano passado, com Daniel Ricciardo. A maioria dos pilotos de topo têm essa curva de aprendizagem. Acho que o passo do ano passado para este ano é muito impressionante”.

Wolff não se arrepende de ter perdido o holandês, mas espera ter o próximo Verstappen nas categorias juniores da Mercedes.

“Tudo acontece por uma razão”, disse ele. “A Red Bull deu a esse miúdo de então o tempo para se desenvolver. Naquela época, não tínhamos instalações, estrutura para os juniores. O foco ainda estava em vencer corridas e campeonatos como equipa. Ainda estava tudo muito fresco para nós.”

“Claro que queremos ‘o próximo Max’. Alguns já estão a competir no nosso programa de treino. Mas o único Max Verstappen, veio muito cedo para nós.”

Subscribe
Notify of
6 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas F1
últimas Autosport
f1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x