/formula1/f1/f1-hartley-fala-das-diferencas-entre-a-f1-e-o-wec/
F1: Hartley fala das diferenças entre a F1 e o WEC | AutoSport

F1: Hartley fala das diferenças entre a F1 e o WEC

Por a 26 Abril 2018 09:55

Brendon Hartley, que passou os últimos anos com a Porsche no campeonato do mundo de endurance, teve a hipótese no ano passado de tentar reescrever o capítulo da sua história na F1. O piloto foi dispensado da Red Bull ainda antes de ter uma oportunidade no grande circo mas agora regressa com vontade de provar o seu valor.

Claro que as comparações entre as duas categorias são inevitáveis e Hartley está numa posição privilegiada para falar sobre isso. Para o piloto que teve de se adaptar a uma filosofia nova e a uma forma de correr diferente, os maiores desafios são sem dúvida os pneus:

«A maior diferença entre a F1 e o WEC são os pneus. É extremamente complexo aproveitar ao máximo as borrachas na F1. São mais sensíveis e mais difícil de colocar na  temperatura ideal. Isso não é mau, mas a margem é pequena para que tudo funcione correctamente. “

Quanto aos motores, um dos pontos de discórdia ente alguns fãs de WEC e de F1, Hartley não teve dúvidas em apontar o motor da F1 como o mais moderno e complexo:

“O motor de F1 é incrível e a tecnologia que se usa na F1 é muito complexa. A energia híbrida é quase invisível para o piloto, a potencia surge quase  naturalmente. O piloto tem de gerir menos parâmetros na F1 do que no LMP1 para extrair o melhor do motor.”

O neozelandês ainda esclareceu que na F1  é o apoio aerodinâmico a alta velocidade e o poder de travagem que faz a diferença enquanto que no WEC para ganhar tempo numa volta o segredo está na velocidade em curva e na velocidade máxima.

Hartley ainda não convenceu desde a sua estreia na F1 e procura ainda a sua melhor forma neste ano. Na China já pudemos ver algo mais do piloto da Toro Rosso mas terá de fazer muito mais para se chegar a Gasly que já tem no bolso um quarto lugar.

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
Subscribe
Notify of
4 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas F1
últimas Autosport
f1