/formula1/f1/f1-apenas-fred-vasseur-nao-deu-nega-a-ferrari-segundo-a-imprensa-italiana/
F1: Apenas Fred Vasseur não deu ‘nega’ à Ferrari, segundo a imprensa italiana | AutoSport

F1: Apenas Fred Vasseur não deu ‘nega’ à Ferrari, segundo a imprensa italiana

Por a 26 Novembro 2022 18:31

Parece que o acordo entre Mattia Binotto e a Ferrari para o até agora chefe de equipa deixar o lugar vago já foi assinado, pelo menos segundo o que escrevem os jornalistas Giorgio Terruzzi e Daniele Sparisci do Corriere della Sera. No entanto, e a acontecer realmente a saída de Binotto, parece não ser tão fácil a sua substituição. A mesma fonte indica que a Ferrari simplesmente não tem muito mais opções do que Frédéric Vasseur, responsável máximo da Sauber/Alfa Romeo na Fórmula 1. Andreas Seidl, chefe de equipa da McLaren, Franz Tost da AlphaTauri e Gerhard Berger, responsável da ITR que detém o DTM e que parece ter também os seus problemas para resolver no campeonato alemão de GT3, terão recusado o convite dos italianos.
A publicação italiana avança ainda, que há um grupo de funcionários da Ferrari, que nem concordam muito com a gestão de Binotto, mas que teme que a instabilidade possa afetar o trabalho de desenvolvimento do carro do próximo ano.

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
Subscribe
Notify of
7 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
dannyricfanclub
dannyricfanclub
2 meses atrás

Vê-se que a Ferrari está em crise quando ninguém quer ir para lá, com medo de se queimar.
Pertencer à Scuderia era a coroa de glória de uma carreira, agora é um vexame. Isto deixa-me triste.

jacinto-18
jacinto-18
2 meses atrás

Alfa Romeo com “u”. Um pouco mais de respeito, por tudo aquilo que tem ou faz parte da História.

garantia4
garantia4
1 mês atrás

Também nada de especial esses 3 nomes que supostamente recusaram. O Seidl seria o que reuniria mais votos. Porque é alemão, porque tem a palavra Porsche escrita na testa, e porque é muito silencioso . Mas que experiência tem ele de gestão de um equipa constituída por 4500 pessoas, ou de um ambiente quase vulcânico ? Sobre o que vem no artigo, faltou o autosport.pt acrescentar a versão deles de que que estas notícias foram exteriorizadas pela entourage francesa do Leclerc. Para bom entendedor… O Bin8, que tem a alcunha “Faraó” internamente, e não é propriamente um elogio, é certo… Ler mais »

RedDevil
RedDevil
Reply to  garantia4
1 mês atrás

Esses 3 não são “nada de especial”?
Piores não devem ser…
A Scuderia tem 4500 funcionários? Não será 10x menos?
Podes é seguir atrás do Binotto e ir apoiá-lo para onde ele for e deixa a Ferrari para os verdadeiros Ferraristas…

garantia4
garantia4
Reply to  RedDevil
1 mês atrás

“Verdadeiro ferrarista” tu, que só escreves bacoradas?!
A GeS da Ferrari ( departamento de competição) não é um “garagista”, não vive de costas face à Ferrari ( facilmente se prova tal), no total são actualmente 4556 trabalhadores que compõem o mesmo universo. Só na “Scuderia”, como tu lhe chamas, são mais de mil, escusas de cuspir para o ar inventando essa dos 10xmenos

RedDevil
RedDevil
Reply to  garantia4
1 mês atrás

Lol…
4600 é o número total de funcionários da Ferrari… a SF tem 700…
Nem sabes distinguir as coisas…
O Team Principal é só da Scuderia… não fica a gerir a Ferrari por completo…
… essa dos 4500 é que foi uma bacorada… das grandes… lol…

Lagaffe
Lagaffe
Reply to  garantia4
1 mês atrás

O problema da Ferrari é realmente o TP ou é a equipa de directores de topo?
Os únicos que tem experiência de gestão de 4000 pessoas, num ambiente vulcão são os ex TPs. É uma posição única.
Tens algum favorito?

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas F1
últimas Autosport
f1
últimas Automais
f1