Decisão da Haas atinge em cheio Nico Hulkenberg

Por a 19 Setembro 2019 18:49

As razões podem ser muitas e certamente que vão permitir que todos discutam a decisão tomada por Gunther Steiner de manter a dupla de pilotos para 2020, Romain Grosjean e Kevin Magnussen. Não faço a menor ideia porque é que o azougado Steiner manteve os pilotos que tantas dores de cabeça lhe deram até agora, mas há uma coisa que sei: Gene Haas é um homem que gosta de lealdade e que se move segundo as ideias próprias de um americano. Quer isto dizer que não se impressiona com algumas coisas, valoriza outras como a lealdade e o compromisso – não esquecer que Nico Hulkenberg esteve a negociar com a Haas em 2016, mas decidiu abortar tudo e manter-se na Force India – e não toma decisões de cabeça quente, como Gunther Steiner. Portanto, a decisão tomada pelo alemão esteve longe de ser solitária, podem ter a certeza.

Para lá disso, Romain Grosjean é mais barato que Nico Hulkenberg. O alemão é pago a um nível elevado (está numa equipa oficial e recebe cerca de 5 milhões de dólares) já Grosjean leva para a equipa patrocinadores que entregam cerca de 5 milhões de dólares. Portanto, acolher Hulkenberg e despejar Grosjean seria um rombo de 10 milhões de dólares. Apesar dos bolsos fundos de Gene Haas, seria um rombo muito grande.  

Contas feitas, Grosjean vai fazer o quinto aos com a Haas e, claro, o seu lugar nunca esteve em dúvida, pois o elo mais fraco é Kevin Magnussen. Era para o seu lugar que Nico Hulkenberg se encaminhava a passo rápido até ser travado, em Singapura, quando caiu o balde de água gelada que representou a confirmação da dupla de pilotos da Haas para 2020. Aliás, as palavras de Steiner destapam a vontade firme do alemão em contar com o seu compatriota. E confirmam, de forma clara, que a decisão não foi só de Gunther Steiner.

O estrondo com que a porta da Haas se fechou no seu nariz deve ter magoado Nico Hulkenberg, além de o ter deixado um pouco atormentado, pois o fantasma do fim de carreira na Fórmula 1 agigantou-se a partir deste momento. É caso para perguntar: wohin gehst du nach Hulkenberg? Ou como quem diz, para onde vais Hulkenberg?

O destino mais evidente é a Alfa Romeo, claro! O alemão já pilotou para a Sauber e conhece muitíssimo bem Frederic Vasseur, pois fez corridas de F3 e GP2 com a ART e tem como cartão de visita 170 provas disputadas, uma “pole position” (GP do Brasil de 2010 com um Williams FW32/Cosworth), duas voltas mais rápidas (GP de Singapura de 2012 com o Force India VJM05/Mercedes e GP da China de 2016 com o Force India VJM09/Mercedes) e 43 voltas lideradas, com 505 pontos marcados. Nunca conseguiu melhor que um 4º lugar num Grande Prémio.

Giovinazzi não tem estado muito bem e tem levado sucessivas tareias de Raikkonen. Mas é um piloto da “cantera” da Ferrari e os responsáveis da casa de Maranello não querem perder a oportunidade de manter o pé em cima da Alfa Romeo para que os meninos como Mick Schumacher possam subir à F1 sem restrições. Portanto, dificilmente Vasseur teria a oportunidade de contratar Hulkenberg.

O que resta então ao alemão? A Red Bull dificilmente lhe dará um lugar na Toro Rosso, a não ser que Kvyatt e Gasly tenham algum momento de infelicidade – Albon tem impressionado pelo que ficará ao lado de Verstappen. Porém, é um postigo aberto para o alemão, pois se Helmut Markko dá prioridade ao seu viveiro de pilotos, este está vazio e Juri Vips e Yuri Tsunoda, este com apoio da Honda, ainda só competem na Fórmula 3. Caso a RedBull se queira ver livre de Daniil Kvyatt, Hulkenberg poderia ser uma boa aposta. Resta-lhe a Williams que, sem surpresa, despejou Robert Kubica, mas comparar-se com um miúdo como George Russell num carro medíocre, só mesmo se quiser ficar na Fórmula 1 a todo o custo.

Ou seja, com a decisão da Haas, Nico Hulkenberg pode tentar ficar um ano como piloto de simulador e tentar regressar em 2021, ou então aproveitar o seu currículo com uma vitória nas 24 Horas de Le Mans e tentar encontrar um lugar no Mundial de Endurance. 

16
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
RogerM
Membro
RogerM

Será que os argumento$ que levaram à renovação da Haas com o Grosjean são suficientes para cobrir os custos de abandonos e fibra de carbono a mais no final do ano, em comparação se tivessem apostado no Hulk? Fica a pergunta. E até ao final da temporada, ainda poderemos ter surpresas.

2fast4u
Membro
2fast4u

Eu concordo mais com a ideia do autor do artigo. O elo mais fraco é o Magnussen. A sair alguém seria ele no meu entender.
Estes carros são muito mais dados a erros. Todos os pilotos têm feito mais piões que o habitual. Mas o Grosjean parece ter a dose de loucura necessária para extrair o máximo do carro

josemj
Membro
josemj

Concordo, além de mais fraco, Magnussen pilota de forma muito perigosa particularmente quando vai ser ultrapassado. Ainda acabará por causar um sério acidente na F1. Grosjean também não fica muito longe, mas bate mais vezes sozinho, é um risco maior para si próprio e para a equipe.

RogerM
Membro
RogerM

Agora as únicas possíveis vagas que se poderão abrir no grid para o Hulk são Red Bull e Ferrari. Caso o Albon não convença ou o Vettel queira mudar de ares no final da temporada.

can-am
Membro
can-am

Ele pode muito bem ir para a Williams, até porque a equipe já bateu no fundo e fatalmente tem que melhorar porque pior é impossivel.A equipa vai recuperar resta saber quanto.E o Hulkenberg não é um tijolo como o Kubica.Ele fará a equipa vir para cima.

831ABO
Membro
831ABO

Gostava de saber onde o autor do artigo colheu a informação sobre os patrocínios que o Grosjean «leva» para a Haas.

chicanalysis
Membro
chicanalysis

Deve ter sido a mesma fonte que atribui nacionalidade alemã ao Steiner.

sr-dr-hhister
Membro
sr-dr-hhister

A Williams despejou o Kubica? Qual é a sua fonte? É que no outro artigo li exactamente o contrário.
Vocês têm sorte em eu não ser vosso chefe, pois a vossa família ia passar muita fominha, ai ia.

ramedlaV
Membro
ramedlaV

O Nico Hulkenberg é dos pilotos mais subvalorizados, desta década, por onde passou sempre fez um trabalho sério, é incompreensível esta decisão da Haas, a ida para a Williams não é descabida, não farão carros maus para seu sempre…

albaptista
Membro
albaptista

É simples… Williams Grand Prix Engineering. É um facto que está na mó debaixo, mas vai recuperar facilmente com o novo carro que segundo consta, está meio feito e a dar algumas cartas no banco de ensaio. Renovaram com a rookit, com a Mercedes, continuam com fabricantes e estão cheios de novas ideias. Com o Russell e o nico em pista, tudo será diferente

Scuderia Fast Turtle
Membro
Scuderia Fast Turtle

Williams ou bye bye. Nao tem hipotese para a Alfa Romeo. Alfa de agora em diante so tera pilotos da Ferrari. Acho que a Giovinazzi mais um ano ou nem tanto e Mick Shumacher vem. A salvacao do Giovinazzi é o Mick precisar mais um ano na F2. Gelael tambem ha de vir para a F1 pelo dinheiro. Parece me que é outro Stroll. Mas na Williams mesmo assim acredito noutro piloto vindo da F2. Latifi ou entao algum russo cheio de dinheiro. Hulk bye bye. Fico contente por nunca subires ao podium. Nao o acho nada demais. Muito regular… Ler mais »

Didica
Membro
Didica

Fica contente por ele nunca ter conseguido um pódio!? Parece-me aquele tipo de adepto de futebol que fica mais contente por ver o adversário perder do que por a sua equipa vencer…

Scuderia Fast Turtle
Membro
Scuderia Fast Turtle

Simplesmente fico contente por nunca me ter enganado em relacao a ele.

Muito mas muito banal.

Mas bom para a resistência.

O trunfo dele é a consistencia.

Didica
Membro
Didica

Ora bem, ficar contente por não se ter enganado já é bem diferente. Assim já faz mais sentido e sempre deixa de estar a desejar a “desgraça” ao rapaz. De qualquer forma, permita-me discordar. Continuo a achar que caso o Hulkenberg tivesse acesso a maquinaria mais decente seria um piloto com capacidade, no mínimo, para vencer GPs. Mas isso, obviamente, é a minha opinião. A título de exemplo, acho que preferiria ter o Hulk do que ter o Bottas. Independentemente de reconhecer também capacidade ao finlandês. E para finalizar, só mais um pensamento. Não seria mais interessante se a F1… Ler mais »

Scuderia Fast Turtle
Membro
Scuderia Fast Turtle

Entre Bottas e o Hulk acho que os 2 juntos numa equipa seria ela por ela.

Bottas tem rasgos de genio mas no geral é mais fraco que o hulk. Acho eu.

Bottas fez brilharete no inico do ano mas tem estado apagado. Ja na williams assim.

Em relacao as mesmo 3 equipas no podium. Concordo. Mas nao o Hulk. O Perez conseguiu ums quantos ja nesta era turbohibrida o grosjean aimda comseguiubum tambem. O bottas na Williams.

Mas sao muito pouco.

Royalls
Membro
Royalls

falam muito deste senhor mas o que se vê é que já pode dar o lugar a outro , muitos anos e muitos poucos resultados , acusa a pressão de quando está “no lugar” .
há malta nova a chegar …

últimas F1
últimas Autosport