/formula1/f1/f1-todt-defende-as-mudancas-para-2019/
F1: Todt defende as mudanças para 2019 | AutoSport

F1: Todt defende as mudanças para 2019

Por a 18 Maio 2018 11:33

Jean Todt, presidente da FIA, defendeu as mudanças dos regulamentos para 2019. Depois de em 2017 ter sido aumentado o nível de apoio aerodinâmico de forma a tornar os carros mais rápidos, os responsáveis viram que a solução prejudicou ainda mais a questão das ultrapassagens, com as queixas dos pilotos a multiplicarem-se em pista. A FIA voltou a olhar para o assunto a apresentou mudanças nos regulamentos para 2019, de forma a simplificar a asa dianteira e aumentar a asa traseira, para assim diminuir a quantidade de ar turbulento que sai do carro e aumentar o poder do DRS.

A proposta não reuniu muitos consensos e pode-se dizer que metade das equipas votaram a favor e outra metade contra mas no final a regulamentação foi aprovada e vai ser introduzida. Todt, defendeu a tomada de posição:

“Estamos sempre a ouvir os pilotos a queixarem que não conseguem andar perto de outros carros. Eu li as transcrições das conferências de imprensa, todos eles reclamam. E eles estão na frente do pelotão. Pode imaginar como é na parte de trás?  Sinto que, se entendermos que algo está errado, devemos tentar encontrar uma solução. Todos nós dizemos que queremos ter um desporto melhor, um espectáculo melhor, por isso vamos fazer alguma coisa. De um lado, as pessoas dizem ‘vamos esperar por 2021’, mas passaríamos por 2018, 19 e 20, sabendo que há um problema que prejudica a F1 . Neste caso, pedimos a alguns engenheiros para resolver o problema. Eles explicaram que, quando o carro se aproxima da traseira de um adversário, por causa da aerodinâmica na frente, a menos que seja mais de 1,5s por volta mais rápido, não consegue ultrapassar.Perguntamos se podíamos fazer algo para melhorar a situação e eles responderam afirmativamente.”

Espera-se que a nova regulamentação seja de facto uma melhoria significativa para as corridas. Os estudos que foram feitos como base nesta decisão são apontados como sólidos e a FIA está confiante que 2019 poderá marcar o início de uma nova fase em que os carros poderão competir e lutar mais de perto. Os fãs estão a torcer por isso.

 

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
Subscribe
Notify of
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas F1
últimas Autosport
f1