/formula1/f1/f1-nico-rosberg-sainz-nao-tem-nele-o-que-precisa-para-ser-campeao-do-mundo/
F1, Nico Rosberg: “Sainz não tem nele o que precisa para ser Campeão do Mundo” | AutoSport

F1, Nico Rosberg: “Sainz não tem nele o que precisa para ser Campeão do Mundo”

Por a 22 Junho 2022 14:46

Nico Rosberg entende que Carlos Sainz não é um potencial Campeão do Mundo de Fórmula 1, ainda que tenha o cuidado de dizer “pelo menos para já”.
Rosberg sabe bem o que é preciso para lá chegar, especialmente quando se luta contra sobredotados como são Lewis Hamilton e Max Verstappen, agora.
Foi tão complicado para o alemão conseguir chegar a campeão, que lhe ‘drenou’ a energia e fê-lo parar de correr.
Agora, de fora, entende que Sainz chegou o mais perto que alguma vez esteve de ganhar uma corrida de Fórmula 1, ao terminar em segundo lugar no Grande Prémio do Canadá, atrás de Max Verstappen, terminando a menos de um segundo atrás do piloto da Red Bull, em que não mostrou, ou não teve a mínima hipótese de passar o neerlandês.
Nico Rosberg, disse agora na Sky Sports’ Any Driven Monday que: “Sainz tem nele o sonho de ser um bom e decente piloto dentro da Ferrari, mas de momento não tem nele o que precisa para ser um Campeão do Mundo. Porque no desempenho, [Charles] Leclerc tem sido superior a ele em todas as corridas deste ano”.
Por isso, ainda precisa de fazer bastantes progressos para estar em condições de igualdade com Leclerc, mas ainda está um pouco longe disso.
“Isso é uma grande surpresa depois do ano passado, mas é claro que o carro é completamente diferente, por isso talvez leve mais tempo para lá chegar”.
Já quanto a Max Verstappen: “Tem feito corridas super impressionantes. Ele está tão confiante e conduz a um nível tão impressionante. Conduziu na perfeição em circunstâncias difíceis na qualificação e a pressão de Sainz na corrida não deve ser subestimada. Dentro do carro é uma sensação horrível. Se cometer o menor dos erros, ele está acabado, mas o Max não meteu uma roda fora do sítio”.

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
Subscribe
Notify of
12 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
gtman
gtman
8 dias atrás

…se ele tiver um pai que seja um grande amigo da figura máxima dentro da equipa o carro do colega vai avariar vezes sem conta poderá ser. Não é Rosberg?

Patucho10
Patucho10
Reply to  gtman
8 dias atrás

Ora nem mais!

gtman
gtman
8 dias atrás

…se ele tiver um pai que seja um grande amigo da figura máxima dentro da equipa o carro do colega vai avariar vezes sem conta poderá ser. Não é Rosberg? Mas para isso tem que ganhar uma corridita ou outra.

NOTEAM1
NOTEAM1
8 dias atrás

Por vezes fico um pouco chocado com comentários feitos por “especialistas”, ex-pilotos de F1. O Leclerc sempre foi mais rápido que o Sainz, o facto de não terminado a época na frente do seu colega de equipa, teve mais a ver com problemas alheios, até alguns azares pelo meio, mas nunca por falta de velocidade. Não Rosberg! Não é surpreendente o que está a acontecer tendo em conta o que aconteceu em 2021. O Sainz é um excelente piloto, um “perfect match” para a Ferrari, assim como o Checo o é para a RB, mas é lógico que Max e… Ler mais »

João Duarte
João Duarte
Reply to  NOTEAM1
5 dias atrás

Exatamente. Em condições normais foi rara a vez que o Sainz foi mais rápido. O Leclerc é provavelmente o melhor qualifier do pelotão e está muitíssimo melhor nas corridas. Este ano, se não fosse o carro partir, em Espanha ganharia facilmente e em Baku andou sempre à frente do Max, sendo que no Mónaco a Ferrari meteu os pés pelas mãos. Pelo menos no campeonato estaria taco a taco com o Max.

Daniel Sousa
Daniel Sousa
8 dias atrás

Infelizmente tenho que concordar.

MiguelCosta
MiguelCosta
8 dias atrás

Na minha opinião é um segundo piloto numa equipa de ponta, ou um primeiro numa equipa de meio do pelotão, complementa os lugares secundários, mas não o considero um bom segundo piloto sequer para esta Ferrari, porque não chega para roubar pontos aos adversários do primeiro piloto, e com o atraso que o Leclerc leva em relação ao Max (sem desistências do Neerlandês, vai ser difícil), seria óptimo que ele lutasse, com pelo menos o Perez (que luta e consegue ganhar quando o primeiro piloto não está na frente), mas nem isso, em condições normais fica sempre em quarto, atrás… Ler mais »

917/30
917/30
8 dias atrás

Pois não terá (até agora) e depois? Durante muitos anos o próprio Nico Rosberg (e até o Keke) também “padeceu” do mesmo mal até que um dia as estrelas se alinharam e foram campeões…

gtman
gtman
Reply to  917/30
7 dias atrás

No caso do Niquito foram as estrelas Niki, Keke e Dieter. O Sainz até me parece melhor piloto e muito mais sólido psicologicamente mas falta-lhe uma constelação do mesmo tipo por trás.

Já agora!
Já agora!
8 dias atrás

Boa noite a todos. Penso todos reparamos que o Leclerc teve muita dificuldade em passar o Ocon. Então porque é que o Sainz não ter conseguido ultrapassar o Campeão do Mundo, Max, é assim tão estranho. Vamos com calma Sainz no Mónaco e agora no Canadá mostrou que já domina o Ferrari. Vamos ver daqui para a frente como vai ser.

mullerwj
mullerwj
8 dias atrás

Palavras de um piloto que só ganhou porque foi ajudado pela Mercedes, e depois fugiu da disputa com Hamilton.
Me surpreendo que ainda colocam microfone em sua boca.

dannyricfanclub
dannyricfanclub
7 dias atrás

De facto, por que raio é põem um microfone à frente deste gajo… Ele não percebe nada disto. Consultem mas é os comentaristas daqui, que estão muito mais informados.

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas F1
últimas Autosport
f1