Tiago Monteiro: “Vamos ter ainda mais condições para lutar pelo título”

Por a 7 Abril 2020 14:00


A época 2020 será a segunda de Tiago Monteiro no WTCR, depois do seu fantástico regresso no ano passado. As expetativas são altas com a entrada na Munnich, que este ano irá operar os quatro carros da Honda:

“Estava muito entusiasmado para esta época e continuo pois espero que a competição regresse no verão. Tivemos já alguns testes e estavam agendados para esta fase mais doze dias de testes. Ia ser um verdadeiro programa de testes nas pistas quase todas da Europa, China, Malásia… Estávamos com um programa muito bom e a motivação na equipa era enorme. Já testei com a minha nova equipa e notei logo muitas diferenças em relação ao ano passado. Mais ainda, os quatro pilotos da Honda iriam trabalhar em conjunto e não uns contra os outros o que é mais uma vantagem.”

As maiores diferenças são a filosofia adotada por cada equipa ficaram claras depois dos primeiros testes:

“As diferenças não eram muito grandes e a partir do meio da época passada, na KCMG, começamos a igualar o andamento da Munnich ALL-INKL, mas claro o nosso papel já era ajudar na luta pelo título. As grande diferenças foram nas três ou quatro primeiras corridas, percebemos qual era a diferença e agora percebo ainda melhor. Na Munnich focaram-se muito mais no trabalho nos pneus, eles passaram o inverno todo a trabalhar para a qualificação. 80% do trabalho feito foi para qualificação e 20% corrida. E faz sentido pois uma vez que largas da frente, ou tens um set up muito mau ou então aguentas as posições. Na KCMG havia uma visão mais global e não tão focada na qualificação e os meios disponíveis eram diferentes. Por exemplo o número de pneus usados em cada testes não tem comparação, e na ALL-INKL o número é muito superior, o que nos permite trabalhar o dia todo a qualificação. E como falamos de diferenças de um, dois ou três décimos que é aquilo que separa a pole de um lugar abaixo do top 10 por vezes, todos estes pormenores fazem a diferença. Por isso as grandes diferenças que vi, para já, são mesmo essas, um foco maior na qualificação, maior capacidade financeira (a Honda apoia todas as equipas da mesma forma mas cada equipa tem a sua capacidade financeira).

Creio que este ano vamos ter ainda mais condições para lutar pelo título, até pelo trabalho mais próximo entre os quatro pilotos da Honda. Há maior troca de informação e de ideias, algo que não acontecia no ano passado, apesar de algumas pessoas dizerem o contrário. Isso era um grande trunfo. Quanto à concorrência, a Lynk&Co já tinha começado a testar mas a Hyundai ainda não fez qualquer teste e iam começar apenas no final de março. Creio que este ano estaríamos mais bem preparados.“

Entrevista Completa AQUI

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
jem
Membro
jem

A ver vamos, como diz o cego.

últimas VELOCIDADE
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.