WEC: Integração dos DPi pode ser realidade

Por a 12 Novembro 2019 17:30

O desejo de muitos está agora mais próximo de acontecer. O WEC e o IMSA têm tido conversações sobre o futuro, que até há algum tempo atrás, parecia não seguir o mesmo caminho.

No entanto as mais recentes declarações de Pascal Vasselon, director técnico da Toyota, poderão dar uma luz diferente sobre este tema. O responsável da Toyota abriu a porta a entrada dos DPi no campeonato do mundo, desde que a marca possa continuar a desenvolver a sua tecnologia híbrida. Assim parece estar aberta a porta para um entendimento pós 2022, ano de entrada da regulamentação DPi 2.0, que deverá incluir um sistema híbrido nas máquinas americanas.

“É óbvio que, no futuro, devemos considerar todas as possibilidades de ter mais construtores”, disse Pascal Vasselon. “Enquanto mantivermos o que nos leva a Le Mans, ou seja, um certo nível de tecnologia …”

“Neste momento, esperamos quatro equipas presentes, Aston e nós, além de ByKolles e Glickenhaus. Estes são os quatro que trabalham para estar lá. A longo prazo, tudo pode acontecer, muitos construtores olham de perto e planeiam entrar no ano 2. “

A ser possível o entendimento entre o ACO e a IMSA poderiam estar criadas as condições para uma plataforma mundial de endurance e o relançar das corridas de longa duração com um fôlego maior.

3
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
ecs
Membro
ecs

Até que enfim, uma luz ao fundo do túnel!

amfrancis
Membro
amfrancis

Novamente, depois do desembarque na Normandia, terão que ser os americanos a salvar a Europa do pesadelo…. Mais uma prova lamentável da incapacidade dos europeus resolverem os problemas que eles próprios criaram.

ecs
Membro
ecs

Correctíssimo!

últimas VELOCIDADE
últimas Autosport