IMSA: Portugueses querem repetir triunfo em Long Beach

Por a 10 Abril 2019 15:39

Corre-se no próximo fim de semana a terceira ronda do IMSA WeatherTech SportsCar Championship. O palco desta prova é outra pista mítica… Long Beach.

O traçado citadino recebe os protótipos do IMSA, numa das provas mais curtas do ano, depois de duas das provas mais longas da época. Uma mudança dramática de exigência e de mentalidade.

Nos DPi, classe rainha desta competição, os Cadillac têm-se mantido como as máquinas mais fortes. O #10 da WTR venceu em Daytona e o #31 da Action Express levou a melhor em Sebring. Mais duas vitórias para os “Caddy” que regressam a uma pista onde tiveram sucesso no ano passado, graças às excelentes prestações de Filipe Albuquerque e João Barbosa. A dupla portuguesa da Action Express venceu na época anterior, depois de uma corrida gerida de forma brilhante, quer pelos pilotos quer pela equipa.

O duo luso volta à Califórnia com vontade de recuperar terreno no campeonato, onde ocupam o quarto lugar com 54 pontos, menos 13 que os líderes da competição.

Em pista termos 11 DPi e 8 GTLM, desta vez sem a presença dos GTD. Nos DPi não há grandes novidades para a prova com duração de 100 minutos à volta do circuito citadino com 3.2 Km. A lista conta com 14 vencedores nesta pista no IMSA, com destaque para Oliver Gavin que já venceu a prova por cinco vezes. Já Jan Magnussen é o piloto com mais poles nesta pista (3).

Listas de inscritos aqui

Os Cadillac são obviamente favoritos com o #5 de Barbosa e Albuquerque nesta equação, tal como os colegas de equipa do #31. Felipe Nasr e Pipo Derani tem mostrado um ritmo diabólico, estando na frente do campeonato, juntamente com a dupla do Cadillac #10, Jordan Taylor e Renger Van der Zande.

Os Acura receberam uma diminuição no peso mínimo, além de um aumento da potência em regime médio/ alto, o que poderá ser útil nesta prova. A marca nipónica tem ao seu serviço Juan Pablo Montoya e Hélio Castroneves, que sabem como vencer nesta pista. Os Mazda são o grande ponto de interrogação. As máquinas vermelhas apresentaram-se muito mais competitivas este ano serão provavelmente o carro mais rápido, mas têm tido problemas de fiabilidade. Em Long Beach, uma prova de curta distância, poderão ter uma palavra a dizer, uma vez que o chassis RT24-P se costuma dar bem neste tipo de provas. Apesar de estarem 5kg mais leves, tiveram uma redução da potência. O Nissan da CORE autosport teve um aumento na potência e espera mostrar mais do que tem feito até agora.

Nos GTLM a luta também deverá ser renhida. Com uma vitória para a BMW (Daytona) e outra para a Porsche (Sebring) os Corvette chegam a Long Beach motivados para conquistar a vitória nº 100, numa pista onde venceram no ano passado e onde tradicionalmente se dão bem. Os Porsche continuam a ser as máquinas em destaque, mas Ford e BMW também estão por perto.

Os pilotos enfrentam vários desafios nesta pista e um deles é a estreia dos pneus Michelin nos DPi, neste traçado. Espera-se uma corrida com duas paragens para os DPi, uma vez que os carros têm combustível para 40 minutos, mas será um “mundo novo” para os DPi e a Michelin, com os pilotos e equipas a adoptarem uma postura mais agressiva, quer na condução, quer na afinação das máquinas, uma vez que se trata de uma prova muito mais curta, onde a gestão do ritmo é completamente diferente do que temos visto até agora.

A acção na pista começa na sexta feira, com os treinos e qualificação, com a corrida agendada para sábado, às 21: 30, hora portuguesa.

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas IMSA
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.