CONFIRMADOS OS PRIMEIROS FINALISTAS DO RALLY FIA RALLY STAR

Por a 4 Abril 2021 12:04

A caça aos jovens talentos dos ralis começou em grande estilo com a conclusão do primeiro evento de seleção nacional FIA Rally Star e o desafio #RallyAtHome.
O programa visa encontrar o próximo campeão Mundial de Ralis, tornando o desporto mais acessível do que nunca aos jovens pilotos entre os 17 e os 26 anos de idade.
Em parceria com as autoridades desportivas nacionais de todo o mundo, os concorrentes podem qualificar-se através de uma série de desafios de slalom realizados no seu país ou digitalmente com o jogo oficial, o WRC 9.
Após as finais continentais e um ano de treino em 2022, quatro pilotos, incluindo pelo menos uma mulher, irão graduar-se para duas temporadas na FIA Junior WRC. Ganhar o título de Junior resultará numa temporada completa na WRC3 num carro de Rally2.
Na Geórgia, quase 350 pilotos participaram em três eventos regionais de slalom, 68 dos quais progrediram para a final nacional realizada na capital, Tbilisi.
Após uma dura batalha, cinco jovens fizeram história ao tornarem-se os primeiros a conquistar um lugar nas finais continentais europeias.
Os vencedores são: Otar Esartia, Nika Biliseishvili, Nikoloz Bekauri, Aleksandre Shakulashvili e a piloto Salome Mchedlishvili correrão no XC LifeLive TN5 Cross Cars na próxima etapa da sua batalha por um dos sete lugares na época de treino de 2022. Talvez um dia possamos ouvir falar num destes nomes: “Não posso acreditar que isto me está a acontecer! Não poderia estar mais orgulhoso de representar o meu país na Europa e quero enviar uma mensagem a todas as raparigas de todo o mundo para se empenharem no desporto automóvel”, entusiasmou-se Mchedlishvili.
Entretanto, no simulador, Alejandro Aroca reclamou a vitória no primeiro dos 12 desafios #RallyAtHome.
Conduzindo um Ford Fiesta Rally3 num implacável teste de terra com extensão de 8,2 km no jogo WRC 9, o espanhol foi o mais rápido por apenas 0,018s do rival francês Luc Fournier. O impressionante impulso de Aroca significa que trocará a competição virtual pela real ao juntar-se aos homens e mulher da Geórgia num outro LifeLive TN5 Cross Car nas finais europeias continentais: “É fantástico ganhar o primeiro #RallyAtHome Challenge. A competição foi dura, mas eu fiquei contente com o meu tempo. Adoro desporto automóvel e adoro tecnologia, por isso o #RallyAtHome é perfeito para mim”, disse.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Ralis
últimas Autosport
ralis
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x