/formula1/f1/gp-de-portugal-f1-max-verstappen-a-acusar-a-pressao/
GP de Portugal F1: Max Verstappen a acusar a pressão? | AutoSport

GP de Portugal F1: Max Verstappen a acusar a pressão?

Por a 4 Maio 2021 12:00

Não foi um bom fim de semana para Max Verstappen. O piloto neerlandês chegou a Portimão a um ponto da liderança e com o rótulo de favorito à vitória, com o seu Red Bull a ser teoricamente mais favorecido pela exigência do traçado de Portimão. O que aconteceu foi o completo oposto e a Mercedes foi a mais rápida, com Lewis Hamilton a dar mais uma lição.

No final da corrida, Verstappen não foi meigo nas palavras e até referiu que não queria voltar mais a Portimão. A “azia” era clara. Mas o termo “azia” não deve ser encarado de forma negativa. O que Verstappen fez foi uma reação normal de um piloto que quer vencer e não conseguiu, a única diferença é que criticou a nossa pista, o que nos incomoda um pouco mais.

Mas importa esquecer a má disposição do #33 e olhar para o que tem feito em pista. Verstappen tem este ano uma oportunidade de ouro de desafiar a Mercedes, mas para já está a desperdiçar essa oportunidade. Não podemos ignorar que o piloto da Red Bull tem cometido erros que comprometem a luta pelo título.

No Bahrein, não soube esperar pelo momento certo para ultrapassar Hamilton e arriscou numa zona onde os limites de pista foram uma dor de cabeça. Ficamos com a sensação que a penalização foi algo injusta, olhando ao que foi sendo feito ao longo da corrida, mas talvez Max pudesse ter esperado por uma oportunidade mais flagrante, contra um Hamilton que não tinha argumentos para segurar o Red Bull. Se Verstappen tem sido paciente a história poderia ser outra. 

Em Ímola, Verstappen venceu de forma justa, mas fez uma qualificação longe do que desejaria, com erros na volta que interessava e que o atiraram para terceiro. Mesmo na corrida aquele erro no recomeço da prova atrás do Safety Car podia ter custado caro.

Em Portimão mais erros. Na qualificação não respeitou os limites de pista e viu a sua volta anulada, tal como aconteceu na corrida em que a volta mais rápida foi cancelada pelo mesmo motivo. A Red Bull começou a disparar para todo o lado, ao contrário da McLaren em Ímola que respeitou os limites tal como Lando Norris que assumiu o erro por ter excedido os limites por meia dúzia de centímetros … uma postura muito diferente.

A pressão da luta pelo título está a notar-se desde o início. O mau começo da Mercedes e as boas indicações da Red Bull mostraram a Verstappen que o título até pode ser uma realidade. E talvez isso esteja a influenciar as prestações da estrela da Red Bull. O que parece evidente é que Hamilton erra pouco, e aquele deslize em Ímola é caso raro. O nível do britânico é tremendo e só um Verstappen perfeito poderá impedir o oitavo título. Será essa pressão que está a afetar Verstappen?  

Subscribe
Notify of
33 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
RedDevil
RedDevil
7 dias atrás

LOL… mas não andavam a “vender” a ideia que Max era o melhor piloto do grid… e só não era campeão porque não tinha um Mercedes?
O problema do Max é que já todo o grid viu que o RB é melhor que o Mercedes e no entanto… Max está atrás…
Se Max estivesse neste Mercedes e Lewis neste RB… estaria 3-0 a favor do “monhé”…

filano
filano
Reply to  RedDevil
7 dias atrás

verdade…1000%

últimas F1
últimas Autosport
f1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x