F1: Toro Rosso beneficiou de colaboração com Red Bull

Por a 15 Janeiro 2020 12:15

Desde a época anterior que a Toro Rosso e a Red Bull iniciaram uma colaboração técnica mais estreita, com resultados muito positivos, segundo Franz Tost.

Apesar de ser uma equipa da Red Bull, a Toro Rosso sempre teve liberdade para seguir o seu caminho a nível técnico, sendo que a colaboração entre a equipa “principal” e a “equipa B” não era tão vincada. Desde a saída de James Key para a McLaren, que a Toro Rosso se aproximou da Red Bull, através da Red Bull Technology, o que implicou o uso de mais componentes comuns. O resultado foi uma Toro Rosso mais competitiva, que conquistou um sexto lugar final. Franz Tost realçou a importância desta colaboração:

“Não há dúvida de que o desempenho que mostramos se deveu em grande parte às sinergias com a Red Bull Technology”, disse Tost ao Motorsport.com. “Porque não devemos esquecer que a Red Bull Technology tem uma maioria de engenheiros experientes do seu lado, e para mim é talvez o melhor departamento técnico ou, pelo menos a um nível muito alto, a par das principais equipas. Só podemos lucrar com essa sinergia e, portanto, é isso que fazemos.”

“Receberemos deles o eixo traseiro completo tal como em 2019. Mesmo que tenha um ano, porque estamos a usar a traseira e a suspensão dianteira que a Red Bull Racing usou no ano passado. Mas, no entanto, essa é uma vantagem maior para nós do que se fizermos tudo sozinhos, porque não temos recursos financeiros nem engenheiros. Podemos então concentrar-nos em outras áreas onde podemos melhorar o desempenho. “

“Não estamos a diminuir a velocidade”, disse ele. “Espero que aceleremos mais que os outros! Depende de quão competitivo será o novo carro e de quanto progresso a Honda também apresentará. Mas, de um modo geral, devemos ter um bom pacote. Temos dois pilotos experientes e a Honda trabalhará muito durante os meses de inverno para melhorar o desempenho.

“Vai-se tornar muito difícil, porque temos de encontrar o equilíbrio entre o desenvolvimento do carro para 2020, mas também não esquecer da pesquisa e desenvolvimento do carro para 2021. E isso também depende dos recursos financeiros. E, é claro, as três principais equipas têm uma grande vantagem. Sabemos disso, mas, no entanto,faremos tudo para chegar em 2020 com um bom carro, assim como em 2021. ”

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas F1
últimas Autosport