F1, Mattia Binotto: “Não devo culpar os pilotos, eles é que devem reconhecer o erro”

Por a 19 Novembro 2019 10:45

O GP do Brasil irá trazer mais dores de cabeça a Mattia Binotto que tem agora uma situação complicada para gerir, com o incidente que envolveu os seus dois pilotos.

A relação entre Charles Leclerc e Sebastian Vettel já era tensa e terá ficado mais com o toque que os colocou fora de prova. Mais ainda, Binotto fica com uma tarefa deveras complicada que é a de gerir dois pilotos de top e que não estão dispostos a ceder a sua luta. O responsável da equipa afirmou que a Scuderia teve sorte por este incidente ter acontecido em 2019 e não em 2020:

“Ainda estou convencido de que é um luxo [ter ambos na equipa], porque ambos são bons pilotos. Eles são uma motivação e uma referência um para o outro. Vimos eles a melhorarem durante a temporada. O Seb na segunda metade foi muito rápido. Então, em geral, ainda é um luxo.

“Eu diria que foi sorte que o incidente tenha acontecido nesta temporada, porque pelo menos haverá oportunidades para esclarecer com eles, na visão do próximo ano, o que não pode acontecer. Então, estou feliz em aproveitar a oportunidade do que aconteceu, pelo menos para esclarecer com eles o futuro.”

“É uma questão de reconhecer eventualmente quais foram as ações e os erros. E acho que, seja um piloto, ou um engenheiro, faça o que estiver a fazer, reconhecer erros é importante, porque isso só pode torná-lo melhor.

“Então, acho que o que seria importante para os dois pilotos é entender o que aconteceu, garantindo que, pelo menos vejam que foi um erro. Não me cabe a mim culpá-los. Eles é que o devem reconhecer.”

20
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
Pitão
Membro
Pitão

Só provas que não tens perfil (para não dizer outra coisa…) para o lugar que ocupas…

*RPMS*
Membro
*RPMS*

Binotto, Binotto… Ou a Ferrari consegue um carro “imbatível” para 2020 ou, com esta “gestão”, não vai ter hipóteses para o ano e ainda se arrisca a ficar atrás da RedBull.

Cumprimentos

silver
Membro
silver

Pode esperar sentado á espera que algum deles reconheça alguma coisa. Cada vez mais percebo porque o Alonso foi embora… é mesmo uma equipa de tarolas.

Kaos
Membro
Kaos

Essa equipa precisa de um líder não de um psicólogo…🤦🤦🤦

sr-dr-hhister
Membro
sr-dr-hhister

Esses smilies são gajas! 🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️

Kaos
Membro
Kaos

É do que eu gosto…

sr-dr-hhister
Membro
sr-dr-hhister

O Vettel foi rápido na segunda metade, por isso… ainda é um luxo! What? Enfim, tenho apreciado bem mais a Ferrari com Leclerc e Vettel a dar-lhe água pelas barbas. Tenho apreciado especialmente a nova atitude do Vettel, e não deixa de ser admirável, depois de tantos erros, não cair psicologicamente! Quanto ao acidente, apesar de não ser desta vez uma nabice propriamente dita, foi culpa do alemão, mas não se entende muito bem porque Leclerc fica no mesmo sítio feito parvo e não se desvia! É normal os pilotos irem-se apertando. Quiseram ambos provar um ponto e aí está… Ler mais »

Homem_do_Leme
Membro
Homem_do_Leme

A Ferrari precisa urgentemente de um “Niki Lauda” na equipa para por os pilotos em sentido!

sr-dr-hhister
Membro
sr-dr-hhister

Precisam dum homem do leme, isso sim.

Kaos
Membro
Kaos

Se quiserem fazer contrato comigo não me importo…durante um anito…se não correr bem.
Temos pena…

garantia4
Membro
garantia4

Homem do Leme, por acaso mas so por acaso o Lauda já foi dirigente /”consultor” da FErrari aí fez esse papel. Em 1993. Com os resultados q se sabem. O Allison, o Resta, o Costa esses foram da FErrari para a Merdeces. Isto é quando estao do aldo oposto ao da FErrari ja sao muito bons, otimos mesmo nao é?

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Exactamente, têm de saber respeitar-se mutuamente, sem ser preciso medidas castradoras (ter 1º e 2º piloto bem definidos).

RedDevil
Membro
RedDevil

Este Binotto diz, e faz, as coisas mais absurdas/palermas a que assisto… Assim, Ferrari não chega a lado nenhum. O Vettel não tem “andamento” para se impor ao Leclerc e não faz sentido ser a Ferrari a fazer essa imposição. Basta ver o que se passou neste GP, o Vettel largou em 2° e o Leclerc em 14° e mesmo assim o Leclerc ultrapassou o Vettel em pista, é muita diferença de velocidade, e, aquele “chega para lá” do Vettel foi o sinal de que as “armas” do Vettel estão esgotadas. As soluções para resolver este problema passam por “acalmar”… Ler mais »

*RPMS*
Membro
*RPMS*

Muitíssimo bem escrito! Cumprimentos

seven
Membro
seven

Right on!

Pity
Membro
Pity

É a tal história de um bom funcionário nem sempre dar um bom chefe.

garantia4
Membro
garantia4

Diabo Vermelho, como raio foi o leclerc batido na quali pelo vettel,(e mais uma vez,) o “Predestinado” como lhe chamou o Binoto? Q pneus e motor tinha um e o outro nessa ultrapasagem? E nao houve outra aseguir, ou o lecler fugiu pois o o outro nao tem andamento p ele?

RedDevil
Membro
RedDevil

Garantia… tens acompanhado o campeonato?… a resposta às tuas dúvidas estão lá…

driver-on-track
Membro
driver-on-track

que grande totó me saiste Binotto… que mariquinhas… em vez de agir e impor com mão de ferro os intresses da equipa está armado em psicologo fatela a por paninhos quentes…. como Team Manager não vais longe…. cromo……

GetInThereLewis
Membro
GetInThereLewis

O problema não é o reconhecer o erro, é garantir que outro igual não volte a acontecer.

últimas F1
últimas Autosport