/formula1/f1/f1-impacto-de-max-verstappen-foi-um-dos-mais-violentos-da-era-hibrida/
F1: Impacto de Max Verstappen foi um dos mais violentos da era híbrida | AutoSport

F1: Impacto de Max Verstappen foi um dos mais violentos da era híbrida

Por a 20 Julho 2021 19:00

O impacto que Max Verstappen sofreu foi um dos mais violentos da era híbrida. Com um pico registado de 51 G, este ficou apenas atrás de dois acidentes nesta era híbrida.

Como diz Jeremy Clarkson, não é a velocidade que mata, mas sim o parar de forma repentina. A frase dita com leveza revela mais do que se possa pensar, pois não é a velocidade que mata mas sim a inércia, ou seja a dificuldade que os objetos têm em mudar de velocidade. Quanto mais depressa a desaceleração for, maior a energia implicada no processo e por conseguinte, maior o perigo para os pilotos.

O muito falado número 51G, foi a força máxima que Max Verstappen sentiu quando embateu contra as proteções da pista de Silverstone, ou seja 51 vezes o peso do seu corpo. Momentaneamente o peso  72 Kg de Verstappen, passou a ser de 3672 Kg no instante em que bateu contra os pneus que ladeavam a pista, com o seu carro a parar em pouco menos de um décimo de segundo. São forças imensas a que o corpo dos pilotos está sujeito, mas aqui deve-se realçar a incrível capacidade do corpo em suportar estes picos de forma breve.

Este acidente mostrou também o verdadeiro perigo da F1. Numa manobra aparentemente normal, um piloto pode ficar em apuros, dada a alta velocidade a que curva se faz. Este impacto de Verstappen só ficou atrás do impacto de Romain Grosjean (67 G) no Bahrein e de Jules Bianchi (254 G) no Japão. O incidente deste ano entre Valtteri Bottas e George Russell viu um pico de 30 G no carro de Bottas, a mesma força que Verstappen sentiu quando bateu de frente nas proteções da pista do Mónaco em 2015. Outros acidentes à primeira vista menores, sujeitaram também os pilotos a forças G tremendas, como o caso de Carlos Sainz em Sochi, cujo embate nas proteções registou um pico de 46 G.

É por isso que os pilotos treinam arduamente para manterem a força física e muscular suficiente para aguentar as exigências de uma corrida de F1, que em pistas como Silverstone pode significar enfrentar forças laterais de 5 G durante pouco mais de dois segundos, a cada minuto e meio. É por isso que a segurança não pára de ser revista e melhorada. Porque, por vezes, um simples toque pode ter consequências dramáticas.

Subscribe
Notify of
20 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
type_rodrigo2021_gmail_com
type_rodrigo2021_gmail_com
14 dias atrás

O padrão foi definido
Agora é lidar e esperar por mais
Vai ser bonito de ver
Hard racing all the way

Peter Parker
Peter Parker
Reply to  Rodrigo Ferreira
13 dias atrás

Exatamente!

RogerM
RogerM
13 dias atrás

Enquanto isso…o Hamilton estava todo contente com garrafa de champanhe na mão a celebrar como não houvesse amanhã. Depois segundo alguma da Imprensa conhecida, eram o Vettel e o Rosberg os “vilões” que se estavam nas tintas para os outros.

Last edited 13 dias atrás by Roger M
Frenando_Afondo™
Frenando_Afondo™
Reply to  Roger M
13 dias atrás

…E lá te voltaste a esquecer convenientemente que Hamilton não sabia que Max estava no hospital e que já tinha perguntado se estava bem e o engnheiro lhe disse que sim e que estava fora do carro. hahahaha

RogerM
RogerM
Reply to  Frenando_Afondo™
13 dias atrás

esquecer convenientemente que Hamilton não sabia que Max estava no hospital” a sério? Você tem mesmo sintomas fortes de “Tapadisse aguda”.

top f1
top f1
Reply to  Roger M
13 dias atrás

A conversa é sempre a mesma anti anti tenham paciência 🤦‍♂️

kkk698
kkk698
13 dias atrás

Pois, os comissários tiveram tempo de mais para avaliar a situação, como se tratasse um simples toque, em que o piloto consegue regressar a pista. Mas é o menino Hamilton, e tinha que ganhar a força, pois este sabia se nada força se naquela curva, era bye bye. Vergonha.

*RPMS*™
*RPMS*™
13 dias atrás

Felizmente não trouxe consequências mais graves a Verstappen. Um no hospital e outro a festejar a vitória com champagne…
Vi algo pior em 94, mas de Hamilton que tinha tido uma carreira limpa até este domingo, não esperava ver isto.

Cumprimentos

Frenando_Afondo™
Frenando_Afondo™
13 dias atrás

Estou a adorar as narrativas dos haters a fingir que são muito isentos. Oh filhos, quem quiser que vos compre. Vocês são tão isentos com o Hamilton como eu sou com o Alonso. hahahaha

RogerM
RogerM
Reply to  Frenando_Afondo™
13 dias atrás

Tu pregar isenção? É como os selos de qualidade de informação que o Governo quer aplicar na Imprensa…mas cujo o objetivo é injetar dinheiro na mesma, e controlar a sua narrativa.

tnfsfcpgmail-com
tnfsfcpgmail-com
13 dias atrás

Continuem a aplaudir uma fraude assassina…
Força Max!
Força Ferrari!

Last edited 13 dias atrás by tnfsfcpgmail-com
no-team
no-team
13 dias atrás

Esta perseguição ao Hamilton começa e enojar. Não me parece que alguém que tenha esta posição quase Anti-Hamilton, se possam declarar fã da modalidade.

Last edited 13 dias atrás by NOTEAM
ManelDasBombas
ManelDasBombas
Reply to  NOTEAM
13 dias atrás

O mesmo pode ser dito dos defensores acérrimos de sua majestade, também não são fãs da modalidade, são fãs do piloto….

no-team
no-team
Reply to  ManelDasBombas
13 dias atrás

O Hamilton não majestade nenhuma, é um piloto de F1, por sinal muito bom, que cometeu um pequeno erro no último fim de semana. E Agora? O que é que o Manel das bombas tenciona fazer à Majestade? Sodomizá-lo à bruta e prendê-lo para sempre numa jaula?

ManelDasBombas
ManelDasBombas
Reply to  NOTEAM
13 dias atrás

Não, muito pelo contrário. A majestade cometeu um “pequeno” erro, e não precisa que ninguém o defenda com unhas e dentes e tente desculpar tudo o que ele faz de menos bom.
Tal como existem haters, também existem fanboys…

no-team
no-team
Reply to  ManelDasBombas
13 dias atrás

ó manel das bombas, deixa lá estar então a majestade em paz que ela não te faz mal nenhum!

Peter Parker
Peter Parker
13 dias atrás

O Max há muito que andava a pegar demasiado pesado com todo o mundo, e quando questionado ainda esnobava, e ultimamente com o LH isso era notório e todo o mundo que assiste F1 e analisa com imparcialidade já havia citado que era uma questão tempo isto acontecer e, voilá, aqui está o resultado. Pode ser que depois dos 51G sofridos o Max comece a respeitar mais os adversários porque se continuarem a passar a mão na cabeça do moleque (que eu acho um baita piloto, estilo Mansell) podemos vir a ter um acidente muito mais grave. Agora culpabilizarem o… Ler mais »

manuel moita
manuel moita
Reply to  pedropadua69gmail-com
13 dias atrás

Voce disse tudo o Max e uma peste sem cabeça tem andado a provocar quem luta com ele e como o outro que disse que os Portugas so gostavam de P….as e vinho verde e Holandes tem a mania das grandezas e trabalha par uns Austriacos que devem ser muito adoradores de um tipo que morreu em 1944 sao so eles e mais ninguem ele andou a zigzaguiar na recta e o Hamilton foi por um lado e como ele fechou veio junto ao muro e lele pensou que este tinha tirado o Pe como fez 3 cuvas atras lizou-se

top f1
top f1
Reply to  manuel moita
13 dias atrás

Provou do seu veneno se viram a qualificação de sábado ou o sprint ele fez exatamente o mesmo mas desta vez pensou que o Hamilton ia tirar o pé lixou se

asilvestre
asilvestre
12 dias atrás

Depois de tanto ler e ouvir comentários de todos os polos de pensamento, continuo a achar que foi um incidente de corrida.
https://www.youtube.com/watch?v=4ikWhv-1w5E&ab_channel=Crashalong
Secalhar por aqui consigam ter melhor a ideia do que se passou e deixar de ser anti isto ou aquilo (se conseguirem fazer isso).

últimas F1
últimas Autosport
f1