F1: Guenther Steiner indeciso sobre o segundo piloto para 2020

Por a 12 Setembro 2019 11:30

A Haas ainda não decidiu o seu alinhamento para a próxima época. Com Kevin Magnussen seguro, resta saber quem será o seu colega de equipa… Romain Grosjean ou Nico Hulkenberg.

Para Guenther Steiner a tarefa de decidir não se está a revelar fácil, mas o chefe da Haas não está preocupado com a situação pois o mercado está praticamente definido e o lugar da Haas é neste momento o mais apetecível:

“Se fosse uma decisão clara, seria fácil tomar, e concordaríamos imediatamente”, explicou o chefe da equipe Steiner à Autosport.com. “Não temos certeza do que é melhor. O que temos agora não é mau, mas podemos melhorar? Qual é o risco de querermos melhorar e não ir na direcção certa? Há muitas discussões, mas a algum momento teremos de chegar a uma conclusão.

“Não estamos desesperados”, disse ele. “O mercado está calmo, não há grandes movimentos em andamento. É muito difícil decidir o que fazer, portanto, leva um pouco mais de tempo.

“Conhecemos o Romain muito bem, e eu posso ver o que Hulkenberg fez, por isso é mais o que se encaixa melhor na equipa daqui para frente do que no resultado corrida por corrida”.

Certamente que não será uma decisão fácil… Romain Grosjean está na equipa há muito tempo e a equipa sabe bem o que pode contar dele. Não é um mau piloto como muitos pintam, pois é rápido e tem capacidade para fazer coisas interessantes, mas é sem dúvida demasiado propenso a erros. E este ano nas corridas nota-se um descontentamento crescente.

Nico Hulkenberg é um piloto muito mais regular, muito mais interessante para a Haas, mas chegaria da Renault, o que será sempre uma despromoção. A motivação pode não ser a melhor e chega para ser colega de equipa de um piloto com quem teve um “bate boca” em público pouco recomendável. Além disso, a Haas terá de rever muitas coisas e ter o feedback de um piloto já da casa ajuda muito mais no desenvolvimento do carro. A opção que parece mais interessante é de facto Hulkenberg e a equipa talvez precise de sangue novo e de uma nova perspectiva. Mas a manutenção de Grosjean permite uma estabilidade importante para quem tem de dar um passo em frente após o retrocesso deste ano.

8
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
831ABO
Membro
831ABO

O Hulkenberg não é um passo em frente em relação ao Grosjean. Na melhor das hipóteses é um passo para o lado. São pilotos, quando muito, de valor equivalente: o Hulk não é tão isento de erros como muitos tentam fazer crer, mas o Grosjean é capaz de pôr um brilhantismo na condução que nunca vi no Hulk. De resto, como um dos grandes problemas da Haas é a disputa entre os dois pilotos actuais – já não são poucos os toques entre o Grosjean e o KMag -, não me parece que uma parceria entre o Hulk e o… Ler mais »

obernardo93
Membro
obernardo93

basicamente mais vale ficarem como estacam, hora hulk não se dá bem com nenhum dos pilotos mais vale não mexer então ahahah,

mas muito bem dito!

no-team
Membro
no-team

LOL

Roder
Membro
Roder

Grosjean rodou sozinho em Monza! não tem uma corrida que esse cara não erra. Esperar o que dele? Qualquer outro fará melhor.

*RPMS*
Membro
*RPMS*

Muitíssimo bem escrito! Cumprimentos

Piterbras
Membro
Piterbras

Devo ser so eu que acho que a melhor opçao da Haas seria trocar os dois

no-team
Membro
no-team

Eu alinhava por aí, apesar do Kevin ser um pouco melhor, ambos são muito erráticos e nem por isso super rápidos.

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Eu trocava o Grojean pelo Hulkenberg sem pensar demasiado. Grojean é um piloto instável, ou faz erros atrás de erros ou tem corridas medíocres, sempre a queixar-se de tudo e mais alguma coisa, despista-se: culpa algo. Quase que se despista: culpa mais alguma coisa. Hulkenberg em comparação com ele é bem mais regular e consistente, isso é sempre um plus para qualquer equipa. Especialmente as da meio da tabela que vivem de ganhar aqueles pontinhos que lhes podem dar uns milhões extra no final da temporada.

últimas F1
últimas Autosport