F1: Ferrari apostada em igualar “referência” Mercedes

Por a 12 Novembro 2019 15:15

Começa a ser um clássico da F1. A Ferrari apresenta potencial, capacidade para lutar pelo título, mas por algum motivo fica arredada da luta demasiado cedo. Este ano, os testes de pré-temporada deram-nos uma Ferrari forte e pronta para assumir a candidatura, mas a primeira metade da época foi dominada pela Mercedes, com vários erros da Ferrari à mistura.

Mattia Binotto admitiu que a Ferrari deve continuar o trabalho desenvolvido para igualar a Mercedes que tem estado em grande nível:

“Eles são muito fortes e provaram isso nos últimos anos”, disse ele à Sky Sports F1. “O nível de competição é muito alto. Merecem os parabéns pois vencê-los é difícil. Não é apenas a nível de desempenho puro, é também a fiabilidade, a mentalidade, a estratégia, os pit stop, é tudo que podemos ter durante um fim de semana de corrida. Então, sabemos exactamente quais são as nossas tarefas. Temos uma referência. Melhoramos ao longo da temporada, mas ainda não estamos onde deveríamos estar. “

Quanto ao abaixamento recente de forma, especialmente em velocidade de ponta, Binotto afirmou que tal foi propositado, para ganhar mais nas curvas:

“É verdade que não ganhamos tanto [nas rectas] quanto nas corridas passadas, mas também é verdade que acho que igualamos os nossos concorrentes nas curvas, pelo menos nas qualificações”, disse Binotto.

“O balanço entre aderência e potência foi alterado neste fim de semana como um teste do nosso lado. Tão simples como isso. Primeiro, éramos competitivos na qualificação e agora há algo na corrida para entender, e precisamos entender o que é melhor para as próximas corridas em termos de balanço”.

15
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
RogerM
Membro
RogerM

O melhor que a equipa Ferrari poderia fazer, ao verem que têm uma unidade motriz capaz de lutar com a Mercedes…era reduzirem a potência das suas unidades motrizes. Para não darem muitos nas vistas, e apostarem na próxima temporada. Um pouco como fez a Mercedes o ano passado quando o seu conceito das jantes traseiras começaram a dar muito nas vistas, por terem dado um avanço aos Mercedes, na gestão do desgaste dos pneus traseiros devido ao sobreaquecimento. E retiraram o uso desse mesmo conceito, semelhante ao conceito de eixo soprado, que tinha sido usado pela Red Bull nos eixos… Ler mais »

js1970
Membro
js1970

O teu CV já chegou a Maranello? E o melão já parou ou continua a crescer? Parece que continua em crescimento…

RogerM
Membro
RogerM

E tu já arranjaste um trabalho ou uma homem para te entreteres? Essa obsessão por homens não engana ninguém. O Gui é um bom moço para ti. Cuidado é com as bebidas quando fores jogar na Playstation com ele.

js1970
Membro
js1970

Obsessão por homens tens tu, e não tens como enganar ninguém. Leclerc ou Verstappen qual deles Roger Melão? Com qual deles é que vais fazer o “retiro”?

aguia25
Membro
aguia25

Ora aí está o expert RogerM🍈!

MurrayWalker
Membro
MurrayWalker

Este comentário é um disparate técnico de bradar aos céus. Fruto de uma mente que não faz a mínima ideia do que está a falar. Típico do Rogerito. As jantes sopradas dos Redbull, eram um conceito com o único intuito de ganhar uma vantagem aerodinâmica. Basicamente um dispositivo aerodinâmico móvel. Por isso foram banidas pela FIA. As jantes da Mercedes tinham uma única função, evitar o sobreaquecimento dos pneus traseiros. Apesar da Ferrari vir a correr com a ameaça de protesto na base que eram um dispositivo aerodinâmico móvel. A FIA legalizou-as e esclareceu que as aberturas nas jantes, eram… Ler mais »

aguia25
Membro
aguia25

Parar de dizer mentiras e disparates? E depois fica sem nada para dizer? Deixa lá isso. 😂

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Se calhar porque o conceito nada tem haver com o eixo soprado da RB. O da RB ao ser no eixo dianteiro criava uma parede de ar que ajudava o ar limpo junto ao corpo não ser afectado pelo ar turbulento do exterior, era daí que vinha vantagem dessa ideia, foi banido por ser considerado um elemento móvel aerodinâmico, que era, visto que usava o sistema de direcção. Ao ser na roda traseira isso já não se põe, primeiro porque não há variação aerodinâmica, segundo porque o ar turbulento que sai dentro dela não afecta a aerodinâmica do monolugar, visto… Ler mais »

Pity
Membro
Pity

Também já é um clássico o Autosport apresentar esta fotografia para ilustrar artigos sobre a Ferrari. Não é por nada, mas é que parecem dois malucos…

MurrayWalker
Membro
MurrayWalker

Pelos menos são coerentes e tentam ser equitativos. A da Mercedes é sempre o Toto a arreganhar a taxa.

driver-on-track
Membro
driver-on-track

como já é conhecido , esta foto ( ridicula ) é colocada apenas para denegir e gozar com a scuderia… obviamente existem milhentas fotos que poderiam ser usadas… mas será que o Sr.Abreu deixa ???

Jordan Minardi
Membro
Jordan Minardi

Eu não consigo levar a sério uma notícia com essa foto a ilustrar a mesma, parecem duas pessoas que acabaram de sair do circo.
Mas pela regularidade com que a Autosport aprensenta artigos ilustrados com esta fotografia, vejo que também gostam de palhaçadas 😏

hlc
Membro
hlc

Eu até acho a fotografia apropriada ao artigo.
O que se passa na Ferrari, não é um autêntico circo cheio de palhaços? Ainda se fossem bons palhaços…
Não me venham com a treta de que sou anti-ferrari, porque não sou!
Tenho pena do circo que está lá instalado e Enzo a dar voltas no túmulo.

RedDevil
Membro
RedDevil

lol… ainda estou na dúvida… o fotógrafo devia ser preso… ou receber um nobel?

hlc
Membro
hlc

Receber um nobel!

últimas F1
últimas Autosport