F1: Duas gerações com algo em comum… o talento

Por a 18 Julho 2019 10:20

A F1, embora nem sempre da melhor forma, olha sempre para o futuro. É um desporto que evolui rapidamente dentro e fora de pista.

Assistimos a um começo de uma nova era. Pilotos como Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton têm agora companhia de uma nova geração de pilotos como Max Verstappen, Charles Leclerc, Lando Norris, Alex Albon George Russell…

O saudosismo leva-nos por vezes a pensar que “antigamente é que era” mas nesta altura temos o privilégio de assistir à passagem de testemunho dos pilotos que fizeram a história da F1 nos últimos 15 anos, para os novos que escreverão a história da modalidade nos próximos 15. Em Silverstone tivemos duas lutas fantásticas entre pilotos de gerações diferentes, mas que nos encheram as medidas. Podemos ter a certeza que não falta talento na F1 e que assim os responsáveis possam acertar nos regulamentos para o futuro, teremos grandes corridas.

Link para o Video AQUI

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
Skandepik
Membro
Skandepik

Sem dúvida, duas excelentes lutas! No entanto, nota-se claramente a diferença de experiência entre os 4 pilotos envolvidos, mas também o facto de Hamilton e Bottas estarem a lutar pelo campeonato. A primeira luta muito mais cuidada, quer na defesa, quer no ataque. Há sempre espaço para os dois pilotos, como mandam as regras. Na segunda luta, muito mais agressividade empregue, mudanças de trajetória à última da hora com alguns toques à mistura, saídas de pista, etc. (Para os mais sensíveis, isto não é uma crítica, mas sim a constatação de um facto) Houve lutas para todos os gostos e… Ler mais »

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Mas nessas duas lutas também há uma grande diferença: a relação entre os pilotos. Entre Bottas e Hamilton não há animosidade e ser demasiado agressivo pode ser contra-producente em corridas futuras (basicamente se se chateiam, depois podem andar a tropeçar um no outro e isso prejudica a equipa).

Na outra luta há animosidade e contas por saldar, daí nenhum deles dar espaço ao outro. Fora que não lutam por nada a não ser o terceiro lugar no campeonato, que é amis uma questão de honra que outra coisa.

últimas F1
últimas Autosport