F1, David Coulthard: “George Russell é um grande talento”

Por a 13 Janeiro 2020 17:30

Apesar da época longe da ribalta, muito por culpa das fracas prestações da sua equipa, George Russell continua a ser considerado uma das grandes promessas da F1.

David Coulthard, comentador e ex-piloto de F1, falou sobre o jovem britânico e considera que o ano na Williams não terá atrapalhado a sua evolução:

“Acho que ele é um grande talento que está a evoluir longe da atenção dos media”, disse Coulthard no Autosport International Show. “Ele é tão bom que nem teve um acidente ou um erro que o levasse a aparecer na TV. O talento dele é tão forte que, com o relacionamento com a Mercedes, acho que vai correr tudo bem para ele. Com Robert Kubica, que regressou depois daquele terrível acidente de rally, tinha um piloto de referência em termos de velocidade, e George mostrou consistentemente que o principal era ser capaz de fazer boas qualificações. Ele mostrou várias vezes que, independentemente do carro, quando havia pressão para fazer um bom tempo de volta, ele era capaz de o fazer

“Não tenho absolutamente nenhuma dúvida de que ficar um pouco fora dos holofotes deu-lhe um pouco de tempo para entender a Fórmula 1.”

Coulthard também está confiante de que Russell continuará a mostrar que tem capacidade física e mental para brilhar quando as temporadas mais competitivas chegarem.

“Ele é um jovem e não há dúvida de que daqui por alguns anos ele será mais capaz física e mentalmente para enfrentar o desafio de uma temporada competitiva na Fórmula 1. Acho que isso é algo que costumamos subestimar em muitas ocasiões, gerir o cansaço que ocorre durante uma longa temporada quando estamos em numa luta pelo campeonato. E acho que é aí que Lewis [Hamilton] tem sido tão forte em relação aos colegas de equipa”.

4
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
can-am
Membro
can-am

Talento é, mas para grande talento vai uma grande diferença.Ter sido mais rapido que um Kubica fisicamente limitado dum braço não é grande referência.Este ano o Latifi não será piloto para ser melhor do que ele.Mas até pode acontecer que seja.

MiguelCosta
Membro
MiguelCosta

Eu gostava que a Mercedes tivesse tido coragem de o colocar no lugar do Bottas, como fez a Ferrari com o Leclerc. De qualquer maneira concordo que é um grande talento, aquela corrida na Áustria quando a Williams recebeu a nova asa e ele andou mais de metade do GP a lutar com os TR foi prova disso mesmo.

filano
Membro
filano

Pode ser qua a ideia da MERCEDES deixar amadurecer, criar mais experiência , faz todo o sentido, ou no lugar de Bottas ou no lugar do HAmilton a até fazendo um poucod e futurologia a dulpa da MERCEDES até poderá ser RUSSEL E NORRIS quem s
abe????

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Mas a Ferrari teve razões para mudar de Raikkonen para o Leclerc. Leclerc fez uma grande época na Alfa Romeo (e teve carro para isso, um carro de meio da tabela que permitiu mostrar-se). Com Raikkonen Vettel estava muito confortável (eu diria até demais) e ao falhar, algo não funcionava na equipa. A Ferrari meteu Leclerc primeiro para aproveitar o talento que mostrou (e ver se era mesmo real ou só sorte da temporada). Depois para Vettel dar corda aos sapatos, ao ser pressionado, normalmente o piloto é obrigado a evoluir. Já na Mercedes é diferente, Hamilton vence campeonatos, não… Ler mais »

últimas F1
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.
Nós não partilhamos os seus dados pessoais com ninguém.