/velocidade/wtcr/formula-e-esteve-perto-de-visitar-vila-real/
Fórmula E esteve perto de visitar Vila Real | AutoSport

Fórmula E esteve perto de visitar Vila Real

Por a 11 Maio 2021 10:43

A pandemia mudou muito a nossa vida e a forma como fazemos as coisas. Mas também abriu portas e proporcionou oportunidades. No mundo do desporto motorizado isso ficou bem vincado no nosso país, com o regresso da F1, algo que seria impensável em 2019.

Mas não foi a única competição a querer visitar Portugal. A Fórmula E esteve muito perto de se estrear no nosso país e o local escolhido foi Vila Real.

Os responsáveis do agora mundial de monolugares 100% elétricos contactaram as autoridades de Vila Real para entender se havia possibilidade de organizar uma prova na capital transmontana. Quem o admitiu foi Rui Santos, presidente do município de Vila Real:

“Posso confessar que em 2020 tivemos negociações muito avançadas para recebermos a Fórmula E e o processo ficou muito perto da conclusão. Não seria exatamente com o traçado que usamos atualmente, teríamos de fazer algumas adaptações. Tivemos o negócio quase concluído, mas a evolução da pandemia travou essa possibilidade. Também tivemos contacto com os promotores de uma prova internacional de GT, que manifestaram muito interesse em fazer uma prova em Vila Real.”

O AutoSport questionou a necessidade de mudanças na infraestrutura, pois uma prova de Fórmula E ou GT tem exigências diferentes do WTCR, olhando ao facto que neste momento Vila Real é uma pista de Grau 3.

José Silva, presidente da Associação Promotora do Circuito Internacional de Vila Real explicou que técnicos das provas que mostraram interesse visitaram a cidade e que encontraram soluções que os deixaram satisfeitos, quer a nível de paddock quer a nível de segurança. Mais ainda, apesar da Fórmula E exigir Grau 1, houve flexibilidade por parte dos responsáveis para fazer adaptações e assim permitir que Vila Real recebesse a competição.

Mas como a evolução do circuito não estagnou e o Clube Automóvel de Vila Real tem neste momento a sua sede em obras para que seja lá instalado um Race Control similar ao que é usado nas grandes provas internacionais. Jorge Almeida, presidente do CAVR, espera poder inaugurar as novas instalações no mês de junho. As obras decorrem neste momento e segundo Jorge Almeida são a prova que os responsáveis pelo Circuito de Vila Real estão a preparar o futuro.

José Silva admitiu que nesta fase, são os promotores das grandes provas a mostrarem interesse em organizar eventos em Vila Real:

“Já tivemos vários promotores que nos contactaram e que vieram visitar o circuito e até ver as corridas. Vinham com uma expectativa, mas que quando viram o nosso trabalho e o evento, essas expectativas foram superadas. E é por isso que o acordo conseguido, com a possibilidade de renovação por mais três anos com o WTCR é importante, pois confirma a nossa posição como um evento apetecível para as grandes provas internacionais. “

Quanto a possíveis novidades ou surpresas para 2022, Rui Santos não se quis comprometer com nada, mas relembrou que no passado o WTCC era considerado inatingível:

Quando em 2013 anunciei o regresso do circuito, muitos disseram que era impossível, imagine-se se tivesse dito que iríamos receber um campeonato do mundo. Por isso, para o futuro, prefiro ser comedido e apenas anunciar o que tenho a certeza que irá acontecer.

Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Scuderia Fast Turtle
Scuderia Fast Turtle
2 meses atrás

Também esteve quase quase em Lisboa. Mas fomos estúpidos e quando estava quase tudo alinhavado disseram que era melhor não. Fórmula E não gostou nada da atitude que tivemos(estado e câmara).

Quanto em vila real a fórmula E iria de certeza fazer um circuito cheio de chucanes e travegens.

O circuito como é é impensável para aqueles carros.

últimas FORMULA E
últimas Autosport
formula-e