WEC: Brabham sem pressas

Por a 8 Fevereiro 2019 15:08

A companhia australiana lançou o seu primeiro carro recentemente que bateu o recorde de Bathurst, embora de forma não oficial. No entanto, pretendem dar passos de forma sustentada até ao objectivo de competir em Le Mans.

As primeiras impressões do BT62 foram as melhores, com um aspecto de supercarro que agradou à grande maioria, um motor fantástico com um som tremendo, que alegrou quem o ouviu percorrer Mount Panorama. No entanto, apesar do fim de semana extremamente positivo para a companhia, os responsáveis mantêm os pés bem assentes na terra, sem vontade de apressar o projecto de correr em Le Mans:

“Quando anunciamos [o programa de Le Mans], dissemos que era ambicioso e temos que ganhar o direito de crescer como um negócio, para poder fazê-lo”, disse David Brabham .”Só lançamos o carro em maio. É ótimo ver pessoas querendo estar lá em cima e queremos chegar lá em cima o mais rápido possível, mas não vamos apressar isso. Queremos ter certeza de que o negócio é sustentável para poder apoiar o projecto.”

“O DNA da Brabham são as corridas e precisamos estar na pista. Nós estivemos de volta em Bathurst – o pai [Jack] venceu lá, eu ganhei lá, o Geoff venceu lá. Ver um Brabham BT62 naquele circuito foi muito bom. Tudo o que fazemos é trabalho para o futuro – não apenas olhando para as nossas aspirações de ir a Le Mans em 2021-22. É todo o negócio. Ele [o BT62]irá impulsionar todo o negócio ”

Estamos a falar com parceiros”, disse Brabham. “Nós dissemos que queremos ver onde podemos competir com o BT62 a curto prazo. Começaremos a correr de novo e começaremos a crescer porque não somos uma equipe de corrida antes. Estamos a crescer e a adquirir esse conhecimento para chegar lá.”

A companhia pretende correr com o BT62 a curto prazo, em provas onde seja admitidos carros sem homologação GT3, como é o caso da nova máquina australiana. O projecto de Le Mans implica a construção de um novo carro, sempre com base no BT62, que será a pedra basilar de todo este projecto. O carro fez o tempo de 1.58.69 em Bathurst. Para já as impressões são excelentes. Esperemos ver a Brabham de volta às pistas em breve.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas VELOCIDADE
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png