assinaturas

IMSA, Filipe Albuquerque: “Demos tudo o que tínhamos em pista”

Por a 6 Agosto 2019 00:45

Tal como seria de esperar o resultado de Filipe Albuquerque e João Barbosa na oitava ronda do IMSA WeatherTech SportsCar Championship, em Road America, foi limitado pelo “balance of performance” (bop) imposto. A dupla portuguesa alcançou um sexto lugar, apesar de uma corrida sem erros, onde as diferenças se fizeram no andamento dos diferentes carros.

Filipe Albuquerque não escondeu a frustração: “Apesar de saber que o meu trabalho foi bem feito, que demos tudo o que tínhamos em pista e que o carro estava com um bom equilíbrio, sabíamos que não seria suficiente para chegar perto, sequer, dos nossos adversários. A alteração do ‘bop’ teve um efeito pior do que aquele que estávamos à espera. Por isso, é frustrante sabermos que estamos a fazer tudo bem mas que simplesmente as limitações que nos impuseram não deixam ir mais além”, explicou o piloto que conseguiu ainda fazer a volta mais rápida entre os Cadillac.

Agora o Campeonato terá um interregno para as habituais férias de verão e Filipe Albuquerque espera que no regresso surjam mudanças: “Pelo que conseguimos perceber, tudo indica que os nossos adversários andaram a controlar o andamento durante a corrida e isso mostra bem o esforço de uns e o esforço de outros. O ‘bop’ tem de mudar radicalmente senão não teremos qualquer hipótese nas duas provas que faltam até ao final da época”, rematou. A próxima corrida do IMSA terá lugar de 13 a 15 de Setembro em Laguna Seca.

assinaturas

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
jcmr
Membro
jcmr

fantochada do bop

ecs
Membro
ecs

Podium nas 12 Horas de Sebring e vitória em Longo Beach. A partir daí O BOP arruinou-lhes a época.

Seja BOP ou outra forma de nivelamento, o resultado é sempre o mesmo, prejudica quem fez um bom trabalho, beneficia quem começou por não ser tão eficaz.

últimas IMSA
últimas Autosport