F4, Jarama: Guilherme de Oliveira perto do pódio na estreia

Por a 8 Novembro 2020 12:00

Guilherme de Oliveira superou largamente as expetativas quanto ao desafio lançado pela DriveX para disputar a penúltima prova da Fórmula 4 Espanhola, no Circuito de Jarama, em Espanha. O piloto português esteve muito perto de garantir um lugar no pódio na Corrida 2 e esteve sempre em evidência nas restantes fases da competição, muito embora o seu objetivo fosse descobrir um mundo novo: o dos monolugares.
 
O jovem piloto português, de apenas 15 anos, concretizou-o um sonho e esteve muito bem na penúltima prova da competição do país vizinho, uma das mais interessantes a nível internacional, já que nela pontificam talentos de diferentes nacionalidades, desde os Emirados Árabes Unidos ao México e, naturalmente, de países europeus.

Com 16 concorrentes em pista, Guilherme de Oliveira deu o mote de que iria ter um excelente fim de semana logo nos treinos livres oficiais, já que foi o segundo mais rápido. Na qualificação 1, o aparecimento da chuva tornou o batismo de Oliveira nos monolugares ainda mais exigente, mas, mesmo assim, o piloto português garantiu a sexta posição, tendo na qualificação 2 sido nono classificado.
 
Na Corrida 1, a primeira da sua carreira nos monolugares, Guilherme de Oliveira pilotou como se não fosse um estreante na mítica e exigente pista de Jarama, dado que terminou na sétima posição, tendo depois na Corrida 2 vivido o momento mais alto da sua estreia aos comandos de um Fórmula 4: o jovem piloto de Vila Nova de Gaia viu a bandeira xadrez na quarta posição, ficando muito perto de garantir um lugar no pódio, numa corrida plena de incidências, que obrigou a entrada do Safety-Car por duas vezes.

Na Corrida 3, logo após a partida, Guilherme de Oliveira caiu da nona para a 16.ª posição, mas ainda teve tempo de ser protagonista de uma boa recuperação (sete lugares), tendo, pelo meio, feito duas ultrapassagens dignas de registo. Acabou por terminar no nono posto, numa corrida em que voltou a vencer o holandês Kas Haverkort, que lidera a competição.
 
“Foi um fim de semana fantástico. Nesta minha estreia na Fórmula 4 o meu objetivo era aprender o máximo possível, mas ainda assim consegui excelentes resultados, sobretudo na Corrida 2, pois foi muito difícil devido à chuva”, afirmou o jovem piloto português.

“Como esta oportunidade de correr em Jarama surgiu à ‘última hora’, a minha viseira translúcida não ajudou nada e tive mesmo de abri-la um pouco, dado que o ‘spray’ era muito e não conseguia ver bem. Felizmente correu tudo pelo melhor e fui quarto classificado. Faltou pouco para ir ao pódio. No entanto, vim a Jarama para me estrear a correr na Fórmula 4 e saio daqui muito satisfeito com a minha prestação. Nunca pensei em alcançar estes resultados, pois tudo à minha volta era um ‘mundo novo’”, explicou Oliveira.

“Estou muito grato ao Miguel Ángel, responsável da DriveX, por esta oportunidade, ao meu engenheiro e mecânico que me deu assistência nesta corrida, ao Manuel Maldonado pela força e dicas relevantes para as corridas e, por fim, um agradeço especial à Synergy do Duarte Félix da Costa e Gonçalo Gomes”, referiu Guilherme de Oliveira.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas VELOCIDADE
últimas Autosport
velocidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x