/velocidade/cnm-montanha/rampa-porca-de-murca-o-acidente-onde-como-e-porque-aconteceu/
Rampa Porca de Murça – O acidente: Onde, como e porquê aconteceu | AutoSport

Rampa Porca de Murça – O acidente: Onde, como e porquê aconteceu

Por a 8 Março 2020 19:55

Não começou bem o Campeonato de Portugal de Montanha, com um grave acidente a causar duas vítimas mortais entre os espetadores.
A história conta-se em poucas linhas, o piloto Luís Silva (BMW) já tinha terminado a sua subida, mas após a tomada de tempos, na zona de desaceleração, o carro saiu de estrada, embatendo num conjunto grande de espetadores, a uma velocidade muito significativa depois de embater e destruir os rails.

Segundo testemunhas no local, o acelerador do carro ficou preso, e apesar do piloto ter tentado imobilizar o carro, o facto do seu carro chegar à zona da meta ao uma velocidade que não deverá ficar abaixo dos 160-170 Km/h, afigurou-se impossível fazê-lo e com uma curva à esquerda pela frente, foi inevitável a batida nos rails e o consequente despiste.

Infelizmente, encontrava-se atrás dos rails um grupo numeroso de pessoas, mas à velocidade com que o carro bateu, várias delas foram colhidas e duas perderiam a vida, um homem e uma mulher. Ficaram ainda feridas mais sete pessoas, sendo que duas delas encontram-se num estado que inspira cuidados. Um dos feridos graves é um bombeiro que se encontrava no local do acidente. O piloto, Luís Silva não sofreu ferimentos, mas ficou, naturalmente, muito abalado com o sucedido.

Foi pronta intervenção dos elementos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Murça, dos soldados da Guarda Nacional Republicana, da equipa médica de intervenção à prova, dos elementos da Organização e do INEM, mas infelizmente já não foi possível salvar duas vidas.

A falha mecânica que levou ao acidente é das mais complicadas de gerir no desporto motorizado, já que se houver espaço, é possível imobilizar o veículo, travando, primeiro, desengatando ou desligando o motor, depois, mas quando isso sucede numa zona em que não há tempo e espaço para reagir, as consequências podem ser graves tanto para o piloto, como para quem eventualmente se possa encontrar no local. Foi o caso.
Ás famílias enlutadas, e aos amigos das vítimas, o AutoSport apresenta as suas mais sinceras condolências.

Subscribe
Notify of
12 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas CNM MONTANHA
últimas Autosport
cnm-montanha