W2RC, Desafio Ruta 40: última dança de Al Attiyah com o Hunter da Prodrive

Por a 5 Junho 2024 12:33

Realiza-se esta semana na Argentina a quarta de cinco provas do Mundial de Todo o terreno que já passou este ano por Portugal. Entre as 20 equipas da FIA no W2RC, Nasser Al Attiyah (Nasser Racing by Prodrive) começou uma ronda do campeonato no topo da classificação pela primeira vez esta época.

O piloto catari, que disputa a sua última corrida com a Prodrive, espera conquistar o seu terceiro título de campeão do mundo consecutivo na Argentina antes de se deslocar ao Rallye du Maroc para a sua estreia com a Dacia. Será uma estreia para a equipa oficial da Prodrive.

O prólogo de Córdoba desenrolou-se no percurso de uma histórica especial do WRC, El Cóndor-Copina.

Em apenas três corridas, Nasser Al Attiyah entrou para o livro dos recordes como o piloto mais bem sucedido da jovem história da equipa Prodrive rally raid, agora na sua terceira época consecutiva de W2RC).

O Desafío Ruta 40 é a última dança para o piloto de fábrica da Hunter, uma vez que Al Attiyah irá trocar o seu carro da Prodrive por um Dacia novinho em folha no Rallye du Maroc.

Com o objetivo de encerrar o capítulo da Prodrive com estilo, o campeão do mundo consecutivo está a sonhar alto: conquistar a corrida e o seu terceiro título consecutivo em Córdoba, no fim desta semana.

Seria o primeiro título de rally raid da Prodrive e um tricampeonato para o Qatar, que comanda uma margem de 33 pontos sobre Yazeed Al Rajhi (Overdrive Racing), pois Carlos Sainz está a 12 pontos, mas a Audi já se ‘despediu’ do W2RC.

Para fazer história, a vantagem sobre o seu arquirrival do W2RC precisa de atingir os 55 pontos. É um desafio assustador para o primeiro classificado entre os 9 carros da Ultimate apurados para a partida.

Na classe Challenger, 5 protótipos ligeiros tem Rokas Baciuška também de olho num triunfo. O lituano, campeão consecutivo da SSV, mudou de categoria para a Challenger esta época e tem como objetivo a coroa na sua primeira época nesta nova arena.

O piloto da Can-Am Factory, que soma 160 pontos, precisa de manter o controlo sobre o seu rival mais próximo, Nicolás Cavigliasso (Taurus Factory by Wevers), com 39 pontos de atraso, o que representa a maior diferença entre as classes FIA.

Esta será a primeira vez que o líder do campeonato entra no DR40. O facto de nunca ter corrido nas edições do Dakar realizadas na Argentina significa que terá de proceder com cautela.

Além disso, vai ter um novo copiloto, Sébastien Delaunay, que substitui Oriol Mena a curto prazo. O espanhol fica de fora depois de lhe terem sido diagnosticadas duas hérnias discais no período que antecedeu o rali.

O francês traz para a mesa três partidas da Ruta 40 e dois ralis Dakar na região. Cavigliasso também tem uma vantagem, tendo participado três vezes na sua corrida nacional de quadriciclos, com uma vitória em 2018. No ano passado, familiarizou-se com o Taurus na prova e está ansioso por manter vivas as suas esperanças de título em Marrocos.

Entre os 6 SSV W2RC, Yasir Seaidan (MMP) pode estar a lamentar a avaria do turbo que o eliminou da ronda portuguesa. Mesmo assim, com 155 pontos, o saudita tem 37 pontos de vantagem sobre Sebastián Guayasamín (BE Racing). Seaidan, tal como Baciuška, não esconde a sua ambição de conquistar o campeonato na penúltima ronda, ao mesmo tempo que espera um novo começo numa nova classe em Marrocos.

ao cabo de duas etapas na prova, Yazeed al Rajhi Toyota Hilux Overdrive) lidera com 3m19s de avanço para Nasser al Attiyah (BRX Hunter) com Lucas Moraes (Toyota Hilux Gazoo Racing) em terceiro a 4m54s.

O Top 5 está separado por 20 minutos.

FOTO AS0 E.Bauer/DPPI

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Já não é mais possível o Autosport continuar a disponibilizar todos os seus artigos gratuitamente.
Para que os leitores possam contribuir para a existência e evolução da qualidade do seu site preferido, criámos o Clube Autosport com inúmeras vantagens e descontos que permitirá a cada membro aceder a todos os artigos do site Autosport e ainda recuperar (varias vezes) o custo de ser membro.
Os membros do Clube Autosport receberão um cartão de membro com validade de 1 ano, que apresentarão junto das empresas parceiras como identificação.
Lista de Vantagens:
-Acesso a todos os conteúdos no site Autosport sem ter que ver a publicidade
-Oferta de um carro telecomandado da Shell Motorsport Collection (promoção de lançamento)
-Desconto nos combustíveis Shell
-Acesso a seguros especialmente desenvolvidos pela Vitorinos seguros a preços imbatíveis
-Descontos em oficinas, lojas e serviços auto
-Acesso exclusivo a eventos especialmente organizados para membros
Saiba mais AQUI
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas TT
últimas Autosport
todooterreno
últimas Automais
todooterreno
Ativar notificações? Sim Não, obrigado