/todooterreno/dakar/dakar-luis-portela-morais-aprendemos-muito-nestes-dias-e-a-nossa-evolucao-foi-notoria/
Dakar, Luís Portela Morais: “aprendemos muito nestes dias e a nossa evolução foi notória” | AutoSport

Dakar, Luís Portela Morais: “aprendemos muito nestes dias e a nossa evolução foi notória”

Por a 8 Janeiro 2022 16:42

Luís Portela Morais e David Megre (Can Am MAverick XRS T4) têm vindo a fazer um Dakar muito consistente e se não fosse o contratempo mecânico da etapa 3, em que perderam 59m26s, poderia estar à volta do sexto lugar.
Fazendo um filme do que tem sido o seu Dakar, logo averbaram o 8º tempo no prólogo: “Foi apenas um aperitivo para as próximas duas semanas”. disse o piloto, que no dia seguinte se manteve no Top 10 da classificação geral SSV: “A etapa de hoje foi gira, mas também muito dura, com mais de 300 km em areia bastante mole. Ainda assim furámos numa das poucas pedras. Também tivemos apenas um pequeno contratempo mecânico, mas que só descobrimos à chegada. Uma falha no turbo que pelos vistos já estava assim há vários dias, mas que eu pensava ser própria do carro”.
Na etapa 2, problemas mecânicos impediram a dupla de um melhor andamento: “tivemos problemas no carro a meio da especial e foi necessário parar. Perdemos algum tempo a resolver a situação. Felizmente, encontramos uma solução. Estamos com um bom ritmo e tenho a certeza que os resultados podem melhorar assim”, disse.
Na etapa 3, um problema mecânico mais grave, que os fez perder muitas posições: “foi um dia difícil. Tivemos um azar e partimos um tirante logo no início da corrida. Acabámos por nos atrasar bastante. Depois, andámos muito bem e viemos sempre a recuperar posições”.
Na etapa 4 mesmo tendo que ultrapassar concorrentes mais lentos, recuperaram várias posições e subiram ao 12º lugar: “Finalmente conseguimos fazer uma etapa limpa sem qualquer tipo de problema ou erros. Tivemos uma experiência nova, que foi guiar à noite no meio do deserto. Foi aterrador, mas o David fez uma navegação espetacular e não falhámos nada.”
No dia seguinte, etapa 5 um nono lugar: “Foi uma especial que nos correu muito bem. Encontrámos um ritmo muito bom para andar com segurança e que nos permite chegar ao final que é o nosso principal objetivo”. No dia antes do descanso, na etapa 6, terminaram no 9º posto da geral: “Metade do nosso objetivo ficou concluído. Falta ainda a parte mais difícil, a segunda semana da prova. Até agora estamos satisfeitos com os resultados alcançados e tem corrido tudo muito bem. Conseguimos aprender muito nestes dias e a nossa evolução foi notória”, disse Luís Portela Morais.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas DAKAR
últimas Autosport
dakar