Africa Race: Elisabete Jacinto vence etapa e recupera liderança

Por a 5 Janeiro 2019 18:17

Elisabete Jacinto venceu hoje a quinta etapa do Africa Race 2019, na competição destinada aos camiões, e reconquistou a liderança da sua categoria. A equipa BioRitmo realizou a especial de 419,37 quilómetros, cumprida entre Fort Chacal e Wad Assag, em 3h55m56s terminando o setor seletivo com uma vantagem de 14m20s para o segundo camião, o belga Igor Bouwens, e gastando apenas mais 10m06s que o vencedor do dia da classificação auto/ camião, o russo Sergey Kuprianov.

A especial não começou bem para os portugueses que, logo no arranque para o percurso, tiveram que parar devido a um problema mecânico. Mas, rapidamente solucionaram a situação e conseguiram bater todos os seus adversários conseguindo terminar a etapa na 7ª posição da geral. Elisabete Jacinto é novamente a líder da classe T4 deixando o segundo classificado da categoria, o belga Noel Essers, a 1h40m de distância. Os portugueses subiram ainda ao 7º posto da classificação geral com os automóveis.

Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho voltam a ter um desempenho de excelência e seguem para as etapas da Mauritânia nos lugares de topo da corrida: “hoje o dia não começou bem porque tivemos que parar cerca de dois quilómetros depois de termos iniciado a especial.
Surgiu-nos uma dificuldade mecânica e ficámos ali parados cerca de oito minutos para solucionar o problema.
Mas, resolvida a situação demos o nosso melhor para recuperar posições.
Esta etapa era complicada em termos de navegação porque era muito ampla, tinha poucas referências no horizonte para nos guiarmos, havia várias pistas paralelas e por isso era muito fácil haver enganos.
Mas, o Zé não errou nenhuma nota e conseguimos seguir sempre o caminho certo com um bom ritmo e, apesar de termos começado mal, acabámos bem”, referiu a piloto portuguesa.

Nos autos, uma etapa complicada para os homens da frente. Foi a vez do russo Sergey Kuprianov (Optimus MD) vencer, mas ainda assim, Dominique Laure, que foi apenas quinto, fez melhor que o segundo classificado da geral, Jean Pierre Strugo, pelo que na frente da corrida a margem passou de 19m para 22m30s de avanço para o seu compatriota. O terceiro da geral é agora Jean Noel Julien (Optimus MD) a 1h28m.

Nas motos, Alessandro Botturi (Yamaha) voltou aso triunfos em etapas e repos a diferença na geral para Pal Anders Ullevalseter (KTM) nos 7m16s. Depois de algum tempo no terceiro lugar, o italiano Simone Agazzi (Honda) perdeu a posição para o eslovaco Martin Benko (KTM).

Amanhã será o dia de descanso do Africa Eco Race o qual se cumpre, mais uma vez, em Dakhla. Pelo quinto ano consecutivo, o acampamento será instalado na costa do Oceano Atlântico onde o sol e as temperaturas quentes permitirão um verdadeiro dia de repouso tanto para os pilotos e máquinas que recuperam, desta forma, as energias para a segunda semana de corrida que se cumpre maioritariamente na Mauritânia.

3
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
Scb
Membro
Scb

Boa. Depois do descanso, as dunas da Mauritânia.

christopher-shean
Membro
christopher-shean

Fixe!

CBaptista
Membro
CBaptista

Então e o que aconteceu ao Tomecek?

últimas Africa Race
últimas Autosport