/ralis/wrc/wrc-craig-breen-quase-e-preciso-esquecer-tudo-da-ultima-geracao-nos-rally1-a-aerodinamica-e-a-suspensao-sao-bem-diferentes/
WRC, Craig Breen: “quase é preciso esquecer tudo da última geração, nos Rally1 a aerodinâmica e a suspensão são bem diferentes” | AutoSport

WRC, Craig Breen: “quase é preciso esquecer tudo da última geração, nos Rally1 a aerodinâmica e a suspensão são bem diferentes”

Por a 9 Janeiro 2022 12:30

É uma pena, mas é compreensível. Quem o viu a guiar o MG Metro 6R4 sabe isso.
Craig Breen revelou que vai deixar de conduzir carros históricos para concentrar as suas atenções em liderar a M-Sport Ford em 2022.
Como grande estudante do desporto, Craig Breen sempre desfrutou da oportunidade de conduzir carros de rali históricos, no entanto, o irlandês deixará essa ideia a ‘marinar’, numa tentativa de se familiarizar melhor com algumas das maiores alterações de regulamentação técnica na história do desporto, à medida que o WRC entra na sua época híbrida de estreia: “Esta oportunidade é enorme para mim”, disse Breen falando do seu acordo para conduzir o novíssimo carro Puma Hybrid Rally1 da M-Sport Ford: “Vou dar-lhe absolutamente tudo o que tenho”. No passado, disse a mim mesmo que o tempo de assento em qualquer tipo de carro de rali o ajuda, mas, com toda a honestidade, não ajuda. Estes carros são agora tão específicos, com o sistema híbrido são diferentes de tudo o que já fizemos antes e o que precisamos é de encontrar o sentimento natural com o carro. Não vou fazer isso com o material histórico, e foi por isso que parei”.
Craig Breen mudou para a M-Sport Ford depois de marcar dois pódios com a Hyundai Motorsport, terminando em segundo lugar na Bélgica e em terceiro na Finlândia.
Desde o outono, passou todo o seu tempo a trabalhar com a equipa britânica, no Puma: “Esperava que a falta das duas últimas rondas do [WRC] me desse a oportunidade de ter uma boa sensação para o carro do Rally1, e acredito sinceramente que sim”, disse Breen.
“Tive tempo no novo carro e tive tempo fora do World Rally Car, quase é preciso esquecer certos aspetos da última geração de carros. Não temos as mesmas diferenças, a aerodinâmica e a suspensão são bem diferentes e eu queria aquele sentimento natural com o Puma. E está definitivamente lá. Temos agora mais este teste antes do Monte e eu, sinceramente, estou ansioso, e tão excitante…”, disse.

Subscribe
Notify of
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
joca_rabeca
joca_rabeca
8 dias atrás

JLA, esse português está uma lástima!

alexis
alexis
Reply to  joca_rabeca
7 dias atrás

Não é português, é brasilês

últimas Ralis
últimas Autosport
ralis