/ralis/wrc/memoria-rali-de-monte-carlo-1984-o-aluno-e-o-professor/
 

Memória, Rali de Monte Carlo 1984: O aluno e o professor


Durante os treinos para o Rali Monte Carlo de 1984, Stig Blomqvist ficara incumbido de partilhar com Walter Rohrl, recém-chegado à Audi, os segredos da condução de um carro de tração integral. Considerado o piloto mais rápido da equipa, o sueco era o principal favorito à vitória no rali e o alemão revelava-se um aluno atento, escutando a voz da experiência em condução na neve. Logo no primeiro troço, Rohrl revelou uma surpreendente adaptação ao Quattro e nas terceira e quarta classificativas – Saint Bonnet le Froid e Le Moulinon, foi mesmo mais rápido que Blomqvist. À medida que a confiança aumentava, Rohrl aproximava-se do seu “professor” e na PEC nº 16, chegou definitivamente ao comando, para não mais o largar, conquistando a quarta vitória na prova monegasca, sempre com carros diferentes. O “aluno” estudara bem a lição…